O ex-secretário de Saúde e também de Planejamento do Governo da Paraíba, Waldson Souza, e outros investigados que estavam presos no âmbito da Operação Calvário, também tiveram a liberdade concedida pela ministra Laurita Vaz, relatora da investigação no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta sexta-feira (21).

Tiveram o Habeas Corpus concedido: o ex-secretário executivo de Educação, José Artur Viana e a empresária Denise Krummenauer Pahim, que é cunhada da irmã do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), Raquel Coutinho.

Mesmo beneficiados com a soltura, os investigados também terão que cumprir algumas medidas cautelares, as mesmas impostas aos outros presos que tiveram liberdade decretada essa semana.

Conforme o STJ, o Habeas Corpus segue o trâmite dos demais deferimento, onde a prisão cautelar foi substituída pelas medidas cautelares.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero nega anúncio imediato de novas medidas de flexibilização

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, informou na manhã desta quarta-feira, 15, durante entrevista à Rádio CBN, que a etapa do Plano de Convivência e Retomada de Atividades, iniciada…

Cinco linhas de ônibus sofrem alteração nos horários em JP; confira

O horário de encerramento de cinco linhas do transporte coletivo de João Pessoa sofreram adequação. Quem volta pra casa pelo 1500 (circular), 5100 (circular), 5603 (Mangabeira ∕ Manaíra Shopping), 9901…