O ex-secretário de Saúde e também de Planejamento do Governo da Paraíba, Waldson Souza, e outros investigados que estavam presos no âmbito da Operação Calvário, também tiveram a liberdade concedida pela ministra Laurita Vaz, relatora da investigação no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta sexta-feira (21).

Tiveram o Habeas Corpus concedido: o ex-secretário executivo de Educação, José Artur Viana e a empresária Denise Krummenauer Pahim, que é cunhada da irmã do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), Raquel Coutinho.

Mesmo beneficiados com a soltura, os investigados também terão que cumprir algumas medidas cautelares, as mesmas impostas aos outros presos que tiveram liberdade decretada essa semana.

Conforme o STJ, o Habeas Corpus segue o trâmite dos demais deferimento, onde a prisão cautelar foi substituída pelas medidas cautelares.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bolsonaro estimula apoiadores a hostilizar imprensa

Ação ocorreu após presidente insuflar claque de apoiadores em frente ao Alvorada a hostilizar repórteres. Bolsonaro havia se irritado com pergunta sobre recomendações do ministro da Saúde.Jornalistas que acompanhavam uma…

CG: frota de ônibus vai ser suspensa no fim de semana

Devido o aumento da escala do novo coronavírus (Codiv 19), a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), decidiu suspender de vez o transporte público em Campina Grande nos finais…