Por pbagora.com.br

O ex-secretário de Saúde e também de Planejamento do Governo da Paraíba, Waldson Souza, e outros investigados que estavam presos no âmbito da Operação Calvário, também tiveram a liberdade concedida pela ministra Laurita Vaz, relatora da investigação no Superior Tribunal de Justiça (STJ), nesta sexta-feira (21).

Tiveram o Habeas Corpus concedido: o ex-secretário executivo de Educação, José Artur Viana e a empresária Denise Krummenauer Pahim, que é cunhada da irmã do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), Raquel Coutinho.

Mesmo beneficiados com a soltura, os investigados também terão que cumprir algumas medidas cautelares, as mesmas impostas aos outros presos que tiveram liberdade decretada essa semana.

Conforme o STJ, o Habeas Corpus segue o trâmite dos demais deferimento, onde a prisão cautelar foi substituída pelas medidas cautelares.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Pesquisa aponta escritório de Advocacia composto por paraibanos entre os mais admirados do país

Uma pesquisa realizada pelo portal Análise Editoral, intitulada Analise Advocacia 2020, apontou o QVQR Advocacia dentre os escritórios de Advocacia mais exemplares do país. Os sócios que compõem o Queiroga,…

Em CG: Bruno assegura prioridade em 2021 no combate à covid-19

Dando continuidade ao processo de transição para sua posse, na Prefeitura Municipal de Campina Grande, o prefeito eleito Bruno Cunha Lima participou, na manhã desta segunda-feira, 23, a convite do…