O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, na cidade de Campina Grande, atendeu 887 pessoas durante o período carnavalesco. Nesses dias, foram realizadas 68 cirurgias. O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (22) até as primeiras horas desta quarta-feira (26).

Os casos envolvendo acidentes de moto lideraram as entradas nos plantões durante o período. No total, 118 pacientes foram atendidos devido aos acidentes com motocicleta, cinco vítimas de projéteis de arma de fogo, três de arma branca, 12 vítimas de acidente de carro, cinco vitimas de acidente de bicicleta, três vitimas de atropelamento e 24 por agressão física. Os demais atendimentos foram na clínica médica e na pediatria.
Em 2019, o Trauma-CG atendeu no período do carnaval 867 pessoas entre urgências e emergências.

A unidade de saúde disponibiliza 298 leitos, 301 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas. O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico e é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba, além de alguns do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.
PB  Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid: PB quer testar 10% da população, afirma João Azevêdo

O governador da Paraíba, João Azevêdo, usou seu perfil numa rede social para anunciar a meta de testagem da Secretaria de Estado da Saúde (SES) para a covid-19 (novo coronavírus).…

Romero anuncia abertura de bares, restaurantes e academias, a partir de 2ª

Na manhã desta sexta-feira (10), o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, confirmou a reabertura de bares, restaurantes, academias e parques no município a partir da próxima segunda-feira (13). De…