Por pbagora.com.br

O secretário de Saúde da prefeitura de Cabedelo, André Luiz B. B. de Lima, anunciou nesta sexta-feira (27) seu pedido de exoneração do cargo. A decisão acontece dias após denúncias sobre um ‘sumiço’ de um recurso federal ganharem repercussão na cidade.

Ele ainda alega falta de autonomia à frente da pasta como uma das razões para se afastar dos quadros da gestão Vitor Hugo.

Ontem André foi ao encontro dos servidores que protestavam pelo repasse do PMAQ e e disse que pedia exoneração por não concordar como foi tratado e disse que não tinha autonomia para a condução da pasta, sem o direito de formar uma equipe técnica.

Ele afirmou que sempre trabalhou pelas funcionários.

VÍDEO

 

CONFIRA NOTA

Cabedelo, 27 de dezembro de 2019

Excelentíssimo Senhor Prefeito Vitor Hugo Castelliano,

Venho através desta, de caráter individual e irrevogável, apresentar a Vossa Excelência o pedido de EXONERAÇÃO do Cargo de Secretário Municipal de Saúde do Município.
Gostaria de agradecê-lo pela oportunidade de conduzir a referida Pasta, tão relevante ao Município.
Informo que as razões que me levaram a esta decisão são de ordem pessoal e buscando novos projetos para os Cidadãos Cabedelenses. No entanto, não posso deixar de me furtar ao informar que a falta de autonomia para a condução da Pasta, sem o direito de formar uma equipe técnica, gerir de fato os recursos e demais decisões, além da interferência direta de outras Pastas também pesaram muito para esta decisão.

Agradeço a todos os servidores da Secretaria de Saúde, do mais simples ao mais graduado, por terem me ajudado durante esse período a conduzir esta Pasta. Agradeço a todos que dividiram comigo todas as alegrias, tristezas, rancores, decepções e as muitas conquistas. Agradeço a minha familia pelo apoio e compreender minhas ausências e em especial, agradeço a população que acreditou e confiou em meu trabalho e em minha experiência na área clínica e administrativa, devotando a ela todos os esforços para a melhoria da qualidade de vida e me colocando como amigo em qualquer ensejo ou reivindicação que possa colaborar.

Afasto-me em harmonia e agradecido de ter feito parte de um momento da administração, de cabeça erguida e de voz levantada para assumir outros desafios e missões pessoais, com a certeza da consciência limpa e do dever cumprido, mesmo diante das limitações a mim ofertadas. Se mais não podemos fazer, não foi por falta de tentativas, não nos faltou disposição.

Sem mais, receba minha exoneração e meus agradecimentos.
Que Deus abençoe nossa amada Cabedelo.
Do médico amigo,

André Luiz B. B. de Lima

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

OAB quer afastamento de autoridades envolvidas em confusão na Central de Polícia

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) quer o afastamento de todas as autoridades envolvidas na confusão na Central de Polícia em João Pessoa, registrada  na última…

Menina de 2 anos vítima de afogamento em piscina segue entubada no Trauma

A menina de apenas dois anos, vítima de afogamento na última sexta-feira (25), em uma piscina de um condomínio no Altiplano Cabo Branco, em João Pessoa, segue internada no Hospital…