Por pbagora.com.br

Está repercutindo a declaração dada pelo secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha de que a forma de lidar com a covid-19 na capital paraibana e o acesso exclusivo das UPAS para os doentes da referida doença era na verdade “mimimi”.

De acordo com declarações de Fábio, que mudou a rotina das Unidades de Pronto Atendimento de João Pessoa, para o atendimento híbrido,  a alteração se deu porque 80% dos pacientes contaminados com a Covid-19 “não têm nada”.

“Nas UPAs, teremos o isolamento necessário aos quadros graves que nos procurem e teremos a triagem inicial para colocar de um lado quem potencialmente pode ser Covid e quem não tem. Mas, 80% das pessoas que têm Covid não têm nada. Então, esse ‘potencialmente’ é muita falta de lógica e mimimi de se querer piorar o que já está ruim”, disse durante entrevista a TV Cabo Branco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Moradores de CG só poderão agendar atendimento na Defensoria Pública pelo Chat

O Núcleo Regional de Atendimento da Defensoria Pública do Estado (DPE-PB) em Campina Grande passou a atender exclusivamente de forma presencial, mas para evitar aglomerações, especialmente entre aqueles que procuram…

200 cidades paraibanas estão com bandeira amarela no Plano Novo Normal

O Governo da Paraíba publicou, neste sábado (23), a 17ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba que passa a vigorar a partir desta segunda-feira (25) (https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/novonormalpb ). O documento aponta que…