A Paraíba o tempo todo  |

Vice-governadora e deputado Damião Feliciano visitam Shaolin

 Ainda se recuperando em sua casa em Campina Grande, de um grave acidente, sofrido há quatro anos, o humorista Shaolin recebeu as visitas ontem, quarta-feira (21) da vice-governadora Lígia Feliciano e do deputado federal Damião Feliciano. Na oportunidade Shaolin esboçou reações através de risos. Lígia e Damião Feliciano revelaram que saíram animados da casa do humorista, visto que puderam atestar os progressos no quadro clínico do humorista que estava com a esposa Laudiceia Veloso e o filho Lucas Veloso.

 

“Atestamos a evolução clínica de Shaolin” revelou Lígia.

 

O irmão de Shaolin, Josevaldo, informou que o artista já superou o estado do comediante permanece melhorando gradativamente. “Ele já ri e esboça reações há um bom tempo. Com um simples “bom dia” ele já se acorda. Ao pegar na mão dele, ele abre o olho. É uma mente recomeçando. As visitas que fazemos com a minha mãe, com meus irmãos, ele ri, ele reconhece. É uma presença realmente, uma coisa que sentimos vinda dele. Ele ri quando lembro de coisas da nossa infância”, disse.

 

Francisco Josenilton Veloso, o Shaolin, já consegue se comunicar e interagir com a família através de “expressões faciais e dos olhos”, conforme relatou sua esposa, Laudiceia Veloso.

A evolução no quadro clínico de Shaolin tem deixado a família animada. Na semana passada, a esposa do comediante reveliu que ele já se comunica através de gestos.

 

– Nunca tivemos uma regressão no seu quadro médico. Shaolin tem consciência e compreende tudo o que acontece ao seu redor. Na medida do possível, ele interage conosco. Ele é muito esforçado”, disse a esposa do artista, Laudiceia Veloso.

 

Segundo a esposa do humorista, o acompanhamento de médicos continua constante, como os fisioterapeutas e fonoaudiólogos, mas que neste tipo de caso, seja a pessoa que for, os médicos não podem passar um diagnóstico, porque cada pessoa reage de uma forma, em seu determinado tempo. “Vi pacientes que em 50 dias estavam bem e outros que estão na mesma situação há muitos anos”, disse.

 

O acidente aconteceu em 18 de janeiro de 2011 na rodovia federal BR-230, em Campina Grande. No mesmo dia, Shaolin foi socorrido e internado no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Pouco tempo depois, foi transferido para o Hospital das Clínicas, em São Paulo, onde foi submetido a cirurgias e ficou internado por cerca de cinco meses. Desde que recebeu alta, permanece em casa, em Campina Grande, sob os cuidados da família.

 

 

PBAgora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe