O presidente do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira divulgou um vídeo em suas redes sociais nessa quarta-feira (18) onde se contrapôs a algumas ideias apresentadas por alguns vereadores na Câmara Municipal de João Pessoa.

O clima no plenário da Câmara Municipal de vereadores, em João Pessoa, esquentou, nesta quinta-feira (19), após a repercussão de um vídeo do presidente estadual do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira, acusando os vereadores Carlão da Consolação e Eliza Virgínia de adotarem políticas que contribuem para, entre outros crimes, o tráfico de seres humanos e para as redes de pedofilia.

“Eu estou dizendo aqui que a política da vereadora Eliza e do vereador Carlão contribuem para o tráfico de seres humanos, contribuem para as redes de pedofilia, contribuem para deixar crianças e adolescentes tendo o seu direito à Saúde negado”, polemizou.

Após tomar conhecimento do vídeo, a vereadora Eliza Virgínia anunciou que processará o dirigente.

“Processo nele né, porque ele tá dizendo que eu tou contribuindo e que faço praticamente parte da organização criminosa. Então isso é injúria, calúnia, difamação, uma série de processos tanto na área civil quanto na área criminal. A vereadora Sandra Marrocos ela leva os projetos de minha autoria para as reuniõezinhas do sindicato dos professores, mas ela não levou o principal projeto que derruba tudo que ele disse contra mim. Eu sou autora da lei que institui o programa da prevenção e enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes. Então como ele vem me acusar de um fato desse?, questionou.

Mais enfático e bastante insatisfeito, o vereador Carlão fez um discurso contra as acusações de Tárcio na tribuna da Casa de Napoleão Laureano.

“ Você seu canalha, sem vergonha, cretino, injusto, você não vale nada e usa do seu partido para defender cabra safado. Quero dizer a você energúmeno, não se aproveite das suas ideologias para querer denegrir vereador que tem uma posição. Não vou me calar porque você entende ser doutor ou professor. Agora você cometeu um crime e pelo crime de injúria e calúnia você vai pagar” disse o parlamentar.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Anísio Maia nega indicação de nome para a disputa pela PMJP, em 2020

Em nota encaminhada à imprensa, nesta terça-feira (22), o ex-deputado estadual Anísio Maia (PT) reagiu às declarações do presidente estadual da sigla, Jackson Macêdo (PT), que apontou o nome do…

Enem 2019: Inep firma convênio com mais uma instituição portuguesa

Agora, nota do Enem é aceita em 42 instituições de Portugal Mais uma universidade portuguesa vai adotar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de brasileiros…