O vereador oposicionista Marcos Henriques (PT) denunciou que após a paralisação realizada pelos Guardas Municipais no último dia 21 de agosto, que foi decidida em Assembleia Geral da categoria, em função da falta de diálogo da administração municipal quanto as demandas dos servidores da área, a categoria estaria sofrendo perseguição pelos superiores da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania.

O assédio moral foi informado ao vereador pelo presidente do Sindicato José Luiz Silva, que teria inclusive sua cessão de trabalho no sindicato cancelada por conta da mobilização.

Segundo José Luiz, pelo menos, sete dos participantes tiveram cortadas gratificações e vem sofrendo assédio moral por parte dos superiores do comando e da secretaria.

“Nossa mobilização foi inteiramente legal e pacífica, visto que é um direito do trabalhador fazer reivindicações salariais, principalmente no nosso caso, que temos o pior salário do país, incluindo menor do que os colegas da região metropolitana de João Pessoa, como por exemplo, Conde e Bayeux”, lembra José Luiz.

Ele ainda alerta que as gratificações estão defasadas, a alimentação disponibilizada para os servidores da GM é de péssima qualidade, deixando alguns doentes, inclusive, entre outras reivindicações que vão desde a implantação de um Plano de Carreira para a categoria, até equipamentos de trabalho e atualização com cursos de defesa pessoal.

“Precisamos levar essas denúncias ao Ministério Público, Prefeitura Municipal e outras instâncias que possam tomar providências, pois a situação se agrava a cada dia, tendo um novo servidor destituído de sua função, com perda de posto e gratificação, precisamos deixar claro que a mobilização é inteiramente respaldada pelo direito do trabalhador e lutar por um trabalho digno com uma remuneração justa e condições adequadas, sem discriminação e perseguição”, protesta o vereador Marcos Henriques que tenta abrir um diálogo com a administração municipal.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Articulações: grupo de João Azevêdo criará conselho para discutir eleições 2020

O governador João Azevêdo (sem partido) não deverá ficar omisso ao pleito de 2020 como muitos imaginavam, diante do recente racha com o PSB paraibano. Um Conselho Político será formado…

Paraíba recebe selo de práticas inovadoras com ‘Programa Mulher Protegida’

O Programa Mulher Protegida, que faz parte do Programa Paraíba pela Paz, executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds), recebe nesta…