Na manhã dessa terça-feira (29), o vereador Bruno Farias visitou os cemitérios públicos ‘Senhor da Boa Sentença’, ‘São José’ e ‘Cemitério do Cristo’, a fim de verificar a atual condição de manutenção dos locais. A visita foi uma demanda do Pensando JP, plataforma digital lançada por Bruno com o objetivo de provocar os cidadãos a pensarem sobre sua cidade e seu bairro.

No Boa Sentença, o maior cemitério público de João Pessoa, o parlamentar deparou-se com uma situação de total abandono. “São alamedas tomadas de lixo, com um matagal muito alto. Para se ter ideia, o muro da parte de trás do cemitério, há mais de dois anos, em razão de uma forte chuva, desabou e, de lá para cá, não houve qualquer iniciativa por parte da PMJP.

Ele relatou ainda que encontrou uma equipe da Emlur na parte da frente do cemitério fazendo manutenção, mas a realidade é que na parte de trás a situação é muito precária. “Isso é uma acinte, um desrespeito à memória das pessoas que lá estão, mas, sobretudo, um desrespeito aos familiares das pessoas que estão sepultadas não apenas no Boa Sentença mas em diversos outros cemitérios públicos de nossa capital”, denuncia Bruno.

No cemitério São José, localizado no bairro de Cruz das Armas, foi encontrada uma cena impactante, o ossário está prestes a desabar. No cemitério do Cristo o lixo acumulado e o mato alto dificultam a identificação e o transito pelos jazigos.

Na semana que antecede o Dia dos Finados (02/11), Bruno apresentou dois requerimentos, um para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Controle Urbano e outro para Emlur, solicitando, em caráter de urgência, a limpeza e manutenção dos cemitérios públicos, pois a falta de limpeza deixa um aspecto desagradável às pessoas que ali vão para visitar seus entes queridos.

Segundo o vereador, são recorrentes as inúmeras reclamações ao longo dos anos por parte da população, a respeito da situação de abandono que se encontram os cemitérios públicos pertencentes à Prefeitura Municipal de João Pessoa. “Às vésperas do dia de finados, data em que esses equipamentos recebem a visita milhares de pessoas, é lastimável o estado de precariedade, principalmente com a falta de limpeza e manutenção. Atualmente inexiste os serviços de podas das árvores, não retiram o lixo e o mato cresce desordenadamente por cima de túmulos e corredores dos cemitérios. Um verdadeiro abandono. Inclusive, hoje, o Jornal Correio da Paraíba traz uma manchete sobre o assunto, denunciando o descaso”, justifica.

Bruno relata que situação de abandono e vandalismo ocorre em todos os cemitérios administrados pela PMJP. “Esse é, infelizmente, um retrato mal acabado de uma gestão que vai fazer praticamente oito anos e nada fez em relação a esses equipamentos públicos. Fica aqui a minha revolta, o meu lamento e a minha cobrança por melhorias”.

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Comissão aprova  gratuidade em reteste nas autoescolas da Paraíba

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (19), o Projeto de Lei 771/2019, do deputado Wilson Filho, que cria o direito…

Corpo de mulher é encontrado com feto arrancado da barriga, às margens da BR 230

O corpo de uma mulher, de aparentemente 30 anos, foi encontrado às margens da BR-230, na altura do km 45, em avançado estado de decomposição, na manhã desta quarta-feira (20),…