O vereador Renan Maracajá (PSDC) que foi preso nesta quinta-feira (22) na segunda fase da Operação Famintos, em Campina Grande, foi transferido no início da noite para uma penitenciária em João Pessoa. Segundo o juiz da 4º Vara Federal, Vinícius Costa Vidor, o parlamentar está envolvido com empresas beneficiadas no esquema de desvio em verba de merenda.

Ainda de acordo com a Justiça, o esquema causou um prejuízo de R$ 2,3 milhões. Renan Maracajá foi o vereador mais votado nas últimas eleições, obtendo 4.977 votos. Segundo a defesa de Renan Maracajá, ele foi encaminhado para uma penitenciária que fica no bairro Mangabeira.

O advogado de Renan Maracajá disse que vai entrar com um pedido de habeas corpus, questionando os requisitos para o pedido da prisão, destacando que Renan Maracajá já vinha colaborando com as investigações. O advogado também reforçou que o pedido de habeas corpus visa o fato de que o vereador nunca foi preso, não tem antecedentes e nunca foi processado.

Segundo a Polícia Federal, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em residências, escritórios e empresas dos investigados, além de oito mandados de prisão, sendo cinco de prisão temporária e três de prisão preventiva. Todos os mandados foram cumpridos na cidade de Campina Grande e as ordens foram expedidas pela Justiça Federal da cidade.

Segundo a Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF) reuniões eram realizadas com empresários para “lotear” o fornecimento de merenda escolar em Campina Grande.
No relatório do MPF, os investigadores afirmam que o vereador participava ativamente nas negociações, sendo o administrador, de fato, da empresa Lacet Comercial. Essa empresa teria participado de várias licitações no município.

Redação com G1

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vené recebe mais de 30 prefeitos e articula ações em favor de municípios da PB

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) recebeu esta semana mais de 30 prefeitos paraibanos, em audiências realizadas no seu Gabinete, no Senado Federal. Os prefeitos foram a Brasília solicitar…

PRF flagra motorista de caminhão cegonha dirigindo embriado na BR 230

Um motorista de caminhão cegonha foi preso pela Polícia Rodoviária Federal da Paraíba, nesta sexta-feira (20), na cidade de Patos, Sertão da Paraíba, após ser flagrado dirigindo embriagado no Km…