Preso preventivamente em João Pessoa acusado de envolvimento nos desvios de recursos da merenda escolar em Campina Grande, o vereador Renan Maracajá (PSDC) conseguiu uma nova licença do parlamento municipal, que foi concedida hoje, segunda-feira (09), pela Câmara Municipal.

Essa é a segunda licença que Renan fará jus. A primeira foi de 15 dias, cujo prazo expirou na última quinta-feira (05). Essa nova licença valerá até o início de outubro de 2019.

Pelo Regimento da Câmara o vereador pode passar até 120 dias em licença, sem remuneração e sem necessidade de convocação de suplente.

Renan Maracajá foi denunciado pelo Ministério Público Federal juntamente com outras 15 pessoas suspeitas de envolvimento no suposto ‘esquema’.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Polícia apreende armas em três cidades paraibanas

Mais quatro armas de fogo foram apreendidas, nas últimas horas, pela Polícia Militar, em ações nas cidades de João Pessoa, Monteiro e Sousa. Com essas, já são mais de 2…

Setembro Amarelo: Governo e municípios discutem prevenção do suicídio

O aposentado Sebastião Pereira, de 72 anos, foi um dos participantes do evento desta terça-feira (17), que teve como objetivo discutir a prevenção do suicídio e trazer experiências exitosas dos…