Preso preventivamente em João Pessoa acusado de envolvimento nos desvios de recursos da merenda escolar em Campina Grande, o vereador Renan Maracajá (PSDC) conseguiu uma nova licença do parlamento municipal, que foi concedida hoje, segunda-feira (09), pela Câmara Municipal.

Essa é a segunda licença que Renan fará jus. A primeira foi de 15 dias, cujo prazo expirou na última quinta-feira (05). Essa nova licença valerá até o início de outubro de 2019.

Pelo Regimento da Câmara o vereador pode passar até 120 dias em licença, sem remuneração e sem necessidade de convocação de suplente.

Renan Maracajá foi denunciado pelo Ministério Público Federal juntamente com outras 15 pessoas suspeitas de envolvimento no suposto ‘esquema’.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

“Eu pensei que ele ia destruir o PT e ele destruiu foi o PSL”, brinca Julian

Apesar de não mais estarem oficialmente filiados a mesma sigla – o PSL – o deputado federal Julian Lemos brincou com o tom de intriga que vem sendo repercutido na…

Jovem desaparece após se afogar na praia de Coqueirinho, no Conde

Um jovem de 18 anos desapareceu no mar, após se afogar na praia de Coqueirinho, no Conde, Litoral Sul da Paraíba, neste domingo (17). De acordo com o Corpo de…