O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) antecipou seu voto favorável à Medida Provisória 907/19, aprovada na noite desta segunda-feira (27) na forma do Projeto de Lei de Conversão do deputado Newton Cardoso Jr (MDB-MG). A MP transforma a Empresa Brasileira de Turismo (Embratur) em agência na forma de serviço autônomo e será apreciada pelo Senado Federal na sessão remota da tarde desta terça-feira (28).

 “Hoje nós vamos debater no Senado Federal uma Medida Provisória que muito interessa a este segmento que sempre esteve, ao longo dessas últimas décadas, sendo tratado, por todos os governos, sem exceção, de forma negligente, secundarizada, terceirizada e isso nos prejudicou tremendamente, diante de tudo aquilo que nós poderíamos obter dessa cadeia extraordinária que representa tantos e tantos milhares de empregos e oportunidades para o nosso país, interna e externamente, que é o turismo”, afirmou Veneziano.

O senador paraibano disse que a transformação da Embratur em agência será benéfica para o turismo brasileiro e dará uma nova dinâmica ao órgão. “Eu não tenho dúvidas de que, sendo administrada com seriedade, com competência, por quem entende da matéria, novas condições irão se abrir e teremos, assim, novas expectativas para o turismo nacional. Por estas razões nós haveremos de votar pela aprovação dessa MP”.

Fonte de Recursos – Veneziano vinha debatendo o assunto com preocupação, pois a fonte de recursos para manter a agência, originalmente, era o Sistema S, do qual faz parte o Sebrae, órgão que, na visão do senador, tem um papel importantíssimo no apoio às micro e pequenas empresas. “Se por um lado a MP gerava uma nova dinâmica para o turismo brasileiro, por outro penalizava, com a retirada de recursos, um setor que gera empregos e renda em nosso país, que é o das pequenas empresas”.

Mas segundo Veneziano, a forma como a matéria foi aprovada na Câmara preservou o Sistema S e o Sebrae, pondo fim à sua preocupação inicial. “A MP trazia uma proposta que, anteriormente, nos preocupava, de retirar recursos substancialmente importantes do Sistema S, entre os quais, o Sebrae. Mas, ontem, houve a preservação desses recursos no tocante à ação importantíssima que o Sebrae desenvolve no país, garantindo, assim, a sua incolumidade. Desta forma, nós haveremos de nos posicionar favoravelmente à MP, da maneira como ela está sendo proposta”.

Da forma como a MP foi aprovada na Câmara e seguiu para o Senado, uma das principais fontes de verba para a agência Embratur será o Fundo Geral do Turismo (Fungetur), que passará a ser abastecido com o adicional da tarifa de embarque internacional, atualmente direcionada ao Fundo Nacional de Aviação Civil (Fnac).

Assessoria de Imprensa

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Geraldo Medeiros aponta ética ao abrir mão da disputa eleitoral

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, voltou a reforçar o seu posicionamento com relação à sua continuidade à frente da Secretaria de Saúde da Paraíba, em detrimento ao…

Começa período de punição ao descumprimento do decreto mais rígido em 8 cidades da PB

Começa nesta quinta-feira (04), o período de punição ao descumprimento do decreto mais rígido na Região Metropolitana de João Pessoa. A partir de agora quem descumprir o decreto com medidas…