Por pbagora.com.br

A Universidade Estadual da Paraíba só retomará as aulas presenciais em sua plenitude na instituição se houver garantias de ordem da biossegurança, da questão sanitária e da sanidade das pessoas. A afirmação é do reitor, Antônio Rangel Junior ao ratificar inexistência de prazo para o retomada da normalidade.

Durante entrevista à Rádio Caturité FM, nesta sexta-feira (04), ele frisou que a universidade vai retomar as atividades em 2021 de forma remota enquanto não houver vacina disponível em massa. Ele ressaltou que toda vida importa e a universidade fará tudo o que for preciso para preservar a vida dos alunos e de seus funcionários.

” Temos uma decisão tomada no sentido de só retomar efetivamente as atividades presenciais em sua plenitude com garantias de ordem da biossegurança, da questão sanitária e da sanidade das pessoas”, disse.

Para o reitor, a atitude do Governo Federal que tentou, mas voltou atrás, sobre uma data para a retomada das atividades presenciais nas universidades federais em todo o Brasil “era algo desproporcional com o que acontece no mundo hoje”

” O Brasil é vice-campeão no número de mortos no mundo e isso a gente não pode levar como algo natural”, emendou.

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB busca Parceria Público-Privada para construção de ponte Cabedelo-Lucena e concessões

O Governo da Paraíba atualizou seu plano de Parcerias Público-Privadas (PPP) e na lista de projetos, divulgada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (14), está a construção de uma…

Cirurgias eletivas devem ser retomadas nesta 6ª, na rede municipal de JP

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, anunciou durante entrevista recente que o município irá retomar a realização das cirurgias eletivas, cujas realizações foram adiadas devido a pandemia…