O presidente da União Brasileira de Municípios (Ubam), Leo Santana, criticou veementemente o prefeito Luciano Cartaxo, responsabilizando-o por descaso com a erosão que está destruindo a barreira do Cabo Branco e garantiu que a entidade está encaminhando ao Ministério Público Federal, CGU e Justiça Federal documento que pede intervenção da União, objetivando resolver o problema e obrigar o prefeito a devolver todos os recursos que foram disponibilizados para a obra.

Segundo Leo Santana, embora seja gestor sem obras, de reformas inacabadas e de bairros totalmente abandonados, o prefeito pousa de bom moço no interior do Estado, fazendo campanha pra governo, enquanto o Altiplano Cabo Branco está pra desmoronar.

Ele destacou que o maior propósito do prefeito é que a erosão destrua a mais linda obra arquitetônica da Paraíba, que é a Estação Ciência, só porque foi construída por ele, já que ele não consegue, em quase 5 anos, sequer terminar uma reforma e vai se constituir como um dos piores gestores do país, que vem inchando a folha de pessoal em 14 milhões por mês com temporários, somente para abastecer-se de aliados provisórios pra campanha de 2018.

Leo Santana destacou que a Ubam não tem a obrigação de defender prefeito nocivo ao erário público e que a entidade já tem essa postura de também corroborar com os tribunais e contas, com o ministério público e com a justiça, para evitar que a população continue enganada.



PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Veneziano critica decisão do governo de retirar R$ 80 milhões, destinados ao NE

O senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) criticou nesta quinta-feira (04), durante sessão remota do Senado Federal, a decisão do governo de retirar R$ 83 milhões que seriam destinados ao…

CMCG vota projeto que suspende cobranças de empréstimos consignados

A Câmara Municipal de Campina Grande, vai votar na ,próxima sessão três projetos de lei que, de forma complementar, que suspendem a cobrança de empréstimos consignados em folha de pagamento…