Considerado o “Oscar” da música regional, o Troféu Gonzagão acontece nesta quarta-feira (21) no Teatro Facisa, em Campina Grande. A 11ª edição do Troféu um dos principais eventos de forró do Brasil, presta homenagem ao centenário de Jackson do Pandeiro e ao cantor cearense Raimundo Fagner.
Jackson do Pandeiro foi rei pela habilidade rara de brincar com os tempos musicais, pela manemolência no toque do instrumento incorporado ao nome artístico desse cantor-músico e pela divisão singular com que repartia cocos, xaxados, rojões, emboladas, baiões, frevos e sambas. Em 2019, Jackson do Pandeiro é um rei centenário.

Nascido há 100 anos, o artista será alvo de homenagens ao longo do ano na Paraíba, estado que celebra o ídolo natal com a instituição do Ano Cultural Jackson do Pandeiro, aprovado em decreto publicado em outubro de 2018. Nascido em Alagoa Grande, o cantor, compositor e ritmista paraibano José Gomes Filho, fez uma carreira brilhante, tornando-se ao lado de Luiz Gonzaga, um dos ícones da música regional.

A edição 2019 do Troféu Gonzagão, também presta homenagem ao cearense Alcymar Monteiro, ao músico pernambucano Silvério Pessoa e o campinense Biliu de Campina. Ele também vão ser premiados no evento que ainda pretende receber mais de 100 artistas e 800 convidados.

O nome Troféu Gonzagão foi escolhido em homenagem ao rei do baião, Luiz Gonzaga, responsável por apresentar a cultura nordestina para o Brasil. A premiação é parte do calendário de eventos de Campina Grande e é uma forma de enaltecer e reconhecer os artistas que trazem consigo a essência da cultura do Nordeste, traduzida em suas obras.

Criado com a proposta de fortalecer e exaltar as expressões artístico-culturais brasileiras, o Troféu Gonzagão já homenageou diversos músicos, cineastas, escritores e cordelistas. Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Alceu Valença, Marinês, Sivuca, Nando Cordel, Zé Dantas, Alcione, Genival Lacerda, Geraldo Azevedo, Quinteto Violado, Falamansa, Carlinhos Brown, estão entre aqueles que já foram prestigiados pelo evento.

SL
PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Patrulha Maria da Penha registra mais de 1,2 mil atendimentos em 100 dias, na PB

Os resultados dos primeiros cem dias de atuação da Patrulha Maria da Penha no Estado – 84 mulheres protegidas e mais de 1.200 atendimentos – foram apresentados ao presidente do…

Litoral da Paraíba tem quatro praias impróprias para banho

O Litoral paraibano tem três praias impróprias para banho neste final de semana. Os trechos ficam entre João Pessoa e Pitimbu, de acordo com o relatório divulgado pela Superintendência de…