Muita confusão foi registrada nas arquibancadas e fora do estádio O Almeidão, durante a final da Copa do Nordeste, entre Botafogo (PB) e Fortaleza.

Depois, já durante o jogo, com o Fortaleza vencendo, houve confronto entre torcedores do Tricolor e policiais militares que faziam a segurança nas arquibancadas.

A função dos PMs era manter a ordem no espaço que separava as duas torcidas. Mas aí um rojão foi atirado do setor onde estavam os botafoguenses e caiu na área reservada aos tricolores. Os torcedores do Leão, então, reagiram indo para cima do policiais e gritando: "É a pior polícia do Brasil". A PM retrucou usando gás de pimenta e bala de borracha, e a confusão saiu do controle.

Um torcedor do Botafogo-PB foi atingido por um rojão na cabeça, na área externa do Estádio José Américo de Almeida, o Almeidão, em João Pessoa, na noite desta quarta-feira (29). O caso aconteceu antes da final da Copa do Nordeste, entre o time da capital paraibana e o Fortaleza.

O jovem, de 23 anos, foi encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma da capital antes mesmo do jogo começar. Ele deu entrada na unidade de saúde por volta da 19h47. Segundo o tio do jovem, não houve confusão. O rojão teria atingido a cabeça dele quando ele estava na entrada do estádio.

Conforme o Hospital de Trauma, o torcedor deu entrada na unidade de saúde com parte do rosto queimada. Ele passou por uma neurocirurgia e permanece entubado, com estado de saúde considerado grave.

Redação

foto: Lucas Barros

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

84% das empresas paraibanas serão beneficiadas por postergação do pagamento do ICMS

A postergação do pagamento do ICMS dos meses de abril, maio e junho das empresas optantes pelo Simples Nacional na Paraíba irá atingir um total de 180.364 negócios paraibanos, o…

Bancos não devem cobrar juros de idosos em Bayeux durante pandemia

O desembargador Luiz Silvio Ramalho Júnior deferiu parcialmente o pedido de tutela de urgência para determinar que as instituições financeiras, durante o período da pandemia do Coronavírus, se abstenham de…