Por pbagora.com.br

 A defesa do prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima (sem partido), tem até hoje, segunda-feira (31) para apresentar os argumentos, que pode evitar a cassação do gestor.

Até ontem, domingo (30), a Câmara seguia sem ter recebido a defesa.

Após o prazo, a comissão pode dar o parecer e levar o caso para o plenário ou intimar Berg para esclarecimentos.

Berg Lima está preso desde o dia 5 de julho, quando foi filmado recebendo parte da propina cobrada a um empresário de Bayeux, para liberar pagamentos atrasados da gestão de Expedito Pereira (PSB).

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Governo convoca candidatos classificados em processo seletivo para a Fundac

O governo do Estado, por meio da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice Almeida (Fundac), publicou nesta terça-feira (01º), no Diário Oficial do Estado (DOE), a convocação dos…

OPINIÃO: Acordos e palavras empenhadas para 2022 têm o valor de risco n’água

Acordos políticos selados em 2020 com projeção para 2022 têm a consistência de um risco n’água. Ou seja, não valem nada e os agenciadores desses “compromissos” sabem muito bem disso.…