Estudantes podem escolher apenas uma opção das três disponíveis

 

Participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão sendo consultados desde o último dia 20 sobre as novas datas para a aplicação do exame. O prazo termina às 23h59 desta terça-feira, dia 30. As provas foram adiadas após pressão dos candidatos e de entidades estudantis. 

Principal porta de entrada para o ensino superior no Brasil, o Enem 2020 tem 5,8 milhões de inscritos confirmados, sendo que 96 mil farão a prova na versão digital, principal novidade da edição deste ano. O número de inscrições é 13,5% maior que do que a edição do ano passado. Havia o temor de que a pandemia do novo coronavírus causasse prejuízo no desempenho dos candidatos caso o calendário da prova inicialmente proposto seguisse normalmente. 

A consulta está sendo realizada por meio de uma enquete na Página do Participante, com três opções de datas referentes às versões impressa e digital da prova. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a sugestão para as novas datas tem como referência o adiamento da aplicação anteriormente prevista em edital em 30, 60 ou 180 dias. Os estudantes poderão escolher entre as seguintes opções: 

1ª opção: Enem impresso: 6 e 13 de dezembro de 2020 

2ª opção: Enem impresso: 10 e 17 de janeiro de 2021 

3ª opção: Enem impresso: 2 e 9 de maio de 2021 


1ª opção: Enem Digital: 10 e 17 de janeiro de 2021 

2ª opção: Enem Digital: 24 e 31 de janeiro de 2021

3ª opção: Enem Digital: 16 e 23 de maio de 2021 

 

Como participar da enquete

Somente os inscritos no Enem poderão participar da consulta. Para isso devem apenas entrar na Página do Participante, utilizando senha e CPF cadastrados no ato da inscrição. Cada candidato deve escolher uma opção de data equivalente ao tipo de prova que escolheu.

O Enem na versão impressa estava previsto para os dias 1º e 8 de novembro. Já o Enem Digital seria aplicado nos dias 22 e 29 do mesmo mês. Porém, os impactos da pandemia da Covid-19 fizeram com que as aulas da rede pública e particular de ensino fossem afetadas, comprometendo a participação dos estudantes na prova. 

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Paciente com covid irá para hospital privado quando não houver vaga no SUS

Os hospitais privados da Paraíba terão que internar pacientes infectados pelo novo coronavírus quando não houver vaga na rede pública de saúde da Paraíba. Essa é a lei 11.722, de…

Cavalo morre e motociclista fica ferido em colisão, na estrada de Lucena

Um cavalo morreu e um motociclista ficou gravemente ferido, após colidirem, na noite de ontem, sábado (04), em uma estrada que corta o município de Lucena, na Paraíba. O acidente aconteceu…