Por pbagora.com.br

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) aprovou parecer técnico, por unanimidade, contra a aprovação das contas do Governo do Estado do exercício de 2016, na gestão Ricardo Coutinho.

Em caso de ratificação da reprovação pela Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), o ex-governador se tornará inelegível.

O julgamento ocorreu nesta quinta-feira (11)  e o relator das contas, conselheiro Antônio Gomes Vieira Filho, seguiu o entendimento do Ministério Público de Contas (MPC) e votou contra a aprovação, tendo sido seguido pelos conselheiros André Carlo Torres, Nominando Diniz, Oscar Mamede Santiago Melo e Fernando Catão, presidente do TCE-PB.

No parecer, o MPC aponta “persistência injustificada de codificados na estrutura administrativa do Estado, pela ausência de economicidade/legitimidade do gasto público nos investimentos em ações e serviços de saúde e na educação, assim como pela pouca transparência e ocorrência de antieconomicidade nas despesas assumidas no programa Empreender”.

As contas de Adriano Galdino, que assumiu o cargo por um dia em 2016, foram aprovadas.

PB Agora

Notícias relacionadas

Contra a covid: PMCG fiscaliza estabelecimentos e monitora espaços públicos

A Prefeitura de Campina Grande, sob recomendação do prefeito Bruno Cunha Lima, está realizando uma ampla ação contínua de fiscalização em estabelecimentos comerciais, bares e restaurantes, como também de monitoramento…

Semob-JP vai sinalizar trecho do Bessa para prática de esportes e lazer

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) vai transformar o trecho da Avenida Arthur Monteiro de Paiva, entre os cruzamentos com as ruas Hortência Osterne Carneiro e Maria da Penha…