Prefeitos de todos os municípios paraibanos estão convidados a conhecer, o lançamento, na próxima segunda-feira (18), de dois novos painéis de acompanhamento de gestão desenvolvidos pelo Tribunal de Contas da Paraíba nas áreas de saúde e de pesquisa de preços de produtos adquiridos pelos Municípios e pelo Estado.

O ‘Painel de Medicamentos’ e o ‘Painel de Preços’ serão apresentados às 9 horas no auditório do Centro Cultural Ariano Suassuna, pertencente ao TCE. O convite para a apresentação é extensivo aos secretários dessas áreas, e foi formulado por meio do ofício circular 011/2018, assinado pelo presidente da Corte, conselheiro André Carlo Torres Pontes.

 Desenvolvido para viabilizar o acompanhamento, de forma mais efetiva, da aquisição de medicamentos e insumos farmacêuticos pelas Prefeituras e Governo do Estado, o ‘Painel de Medicamentos’ traça um perfil das compras públicas no setor de saúde, no período de 2015 a 2018. 

A ferramenta permitirá a verificação detalhada, por exemplo, de prazos de validade, origem e destino, itens adquiridos e valores pagos, entre outros dados relevantes.  Será útil tanto para a própria organização e controle das compras pela administração, quanto para o acompanhamento, pela sociedade, do volume de recursos investidos, das quantidades e das variações de preços.

Já o “Painel de Preços’, construído a partir de pesquisas sobre os preços das compras realizadas pela as administrações do municipais e estaduais , traz dados relacionados à aquisição de combustíveis e produtos alimentícios.   

Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid-19: Romero diz que vai esperar números para ampliar flexibilização

Com a Paraíba ainda enfrentando uma batalha para conter o avanço da Covid-19, Campina Grande passou a ser destaques nas ações que visam achatar o vírus. Pelo menos é o…

Ruy vê uso da pandemia para passar projeto ‘equivocado’ das Fake News

O Congresso quer votar o projeto das fake news de forma precipitada e com equívocos no texto. Este foi o tom do comentário que o deputado federal Ruy Carneiro compartilhou…