Embora a Paraíba tenha sido um dos primeiros Estados a registrar manchas de óleo no litoral, as praias estão em ótimas condições de balneabilidade, e o problema verificado entre o final de agosto e início de setembro não chegou a afetar o setor turístico, ao contrário de outros Estados do Nordeste que vivem situação de cancelamento de reservas nos meios de hospedagem.

O superintendente da Sudema, Aníbal Teixeira, informou que as praias do litoral paraibano as praias paraibanas atingidas pelas manchas foram totalmente limpas e estão em ótimas condições de balneabilidade com monitoramento diário por uma força-tarefa composta pela Capitania dos Portos, Ibama, Sudema e prefeituras de João Pessoa, Cabedelo e Conde.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, comentou que foram mantidos contatos com os meios de hospedagem paraibanos e todos informaram não ter registrado cancelamentos de reservas por causa de problemas com poluição de praias.

“Ao contrário de outras capitais nordestinas, nós não estamos enfrentando essa situação de poluição em grande escala no litoral. Mantivemos contatos informais com operadoras e todas nos garantiram não ter registrado cancelamentos de pacotes ou de vendas para a Paraíba. Isso é resultado do trabalho da limpeza feita nas praias e o acompanhamento diário da balneabilidade”, informou Ruth Avelino.

A presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis na Paraíba (ABIH-PB), empresária Manuelina Hardman, informou que os hotéis filiados à entidade não registraram qualquer tipo de cancelamento de pacotes nas últimas semanas. Na avaliação da executiva, essa situação é resultado do trabalho realizado diariamente pelos órgãos ambientais da Paraíba, pelos próprios hoteleiros e pelas empresas de receptivos.

Drones e arrecifes – O superintendente da Sudema, Aníbal Teixeira, informou que o monitoramento preventivo das praias paraibanas está sendo realizado por um drone do Ibama, de pescadores e funcionários de marinas. Segundo ele, não há registro de novas manchas nas praias paraibanas, mas que mesmo assim será realizada uma inspeção nos arrecifes localizados na orla de João Pessoa e Conde.

“Está confirmada uma inspeção no Caribessa, em João Pessoa, na próxima segunda-feira, e outra no Conde, na terça-feira. Estaremos junto com funcionários das duas prefeituras, do Ibama nessa fiscalização preventiva. Nossas praias estão aptas para receber os banhistas e turistas”, garantiu.

 

Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Buscas por máscaras e álcool em gel cresce nas farmácias de João Pessoa

Logo após o anúncio de que um italiano, morador de João Pessoa, está internado no Clementino Fraga suspeito de estar com coronavírus, a procura por produtos como álcool em gel…

Indígenas venezuelanos serão inscritos em programas sociais na PB

Em reunião conduzida pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Defensoria Pública da União (DPU) em João Pessoa (PB), representantes de órgãos públicos e entidades se reuniram com lideranças das…