Por pbagora.com.br

Nesta terça-feira (27), em mais uma fase da Operação Calvário, o ex-governador Ricardo Coutinho, o conselheiro do TCE-PB, Arthur Cunha Lima e o ex-procurador da Paraíba, Gilberto Carneiro entre outras pessoas ligadas a eles tiveram bens bloqueado após determinação do STJ.

As investigações, realizadas após delação premiada de Daneil Gomes e Michele Mouzalas, apuram o pagamento de R$ 500 mil para a aprovação das contas do Estado e da Cruz Vermelha do Brasil, referentes ao ano de 2012.

Ao todo foram bloqueados cerca de R$ 23,4 milhões, para reparação.

Confira a relação de bens bloqueados:

Ricardo Coutinho R$ 2,2 milhões
Gilberto Carneiro R$ 2,2 milhões
Arthur Cunha Lima R$ 2,2 milhões
Arthur Cunha Lima Filho R$ 2,2 milhões
Diogo Mariz R$ 2,2 milhões
Maia & Mariz Advogados Associados R$ 2,2 milhões
Sérgio Ricardo Ribeiro Gama R$ 2,2 milhões
SG Construções e Locações de Máquinas R$ 1 milhão
Cidade Inteligente Goiana Construções R$ 1 milhão
Sérgio Ricardo Pereira Gama Filho R$ 1 milhão
Seven Softwares Sistemas e Serviços R$ 1 milhão
Sumária Editora R$ 1 milhão
Lúcio Parede Cunha Lima R$ 1 milhão
Keydson Samuel Sousa Santiago R$ 2,6 milhões

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CG: MPPB e MPF recomendam revogação de artigo de decreto que libera eventos

O Ministério Público, através dos seus ramos Federal (MPF) e do Estado (MPPB), expediu recomendação, nessa quarta-feira (25/11), ao Município de Campina Grande para que , seja revogado o artigo…

Covid: Estado amplia em 100% leitos de UTI no Hospital de Clínicas de CG

O aumento na taxa de ocupação no Hospital de Clínicas (HC) de Campina Grande e a possibilidade de uma segunda onda da covid-19 levou a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB)…