Por pbagora.com.br

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, solicitou nesta quinta-feira, 22, informações para a Advocacia-Geral da União (AGU), à Presidência da República e ao Congresso Nacional sobre a tramitação da PEC da Reforma da Previdência.

O pedido de informações faz parte de uma ação das associações de trabalhadores e aposentados que pede a suspensão do andamento da proposta.

 

O argumento das entidades sindicais é que a PEC promove “profundo retrocesso da seguridade social” e que traz “mudanças significativas à previdência”.

 

Apresentada pelo presidente Michel Temer no início deste mês, a proposta estabelece a idade mínima de 65 anos e tempo mínimo de contribuição de 25 anos para homens e mulheres se aposentarem. Essa regra valerá para homens com idade inferior a 50 anos e mulheres com menos de 45 anos.

 

Embora a idade mínima seja de 65 anos na proposta, a regra poderá ser alterada automaticamente a depender a expectativa de vida do brasileiro, elevando assim esse teto mínimo, segundo o secretário de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano.

 

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara já autorizou a tramitação da PEC e uma comissão especial deverá analisar o tema a partir de fevereiro 2017.

 

As informações são do Diário do Poder


Redação

 

Notícias relacionadas

Casa desaba por conta da chuva e família fica desalojada em JP

Uma casa desabou em uma comunidade do bairro São José nesta sexta-feira (14) por conta das fortes chuvas que vem caindo em João Pessoa desde essa quinta-feira (13). De acordo…

Wilson Santiago destina R$ 1 milhão para construção de CEO em Sousa

Em breve a população de Sousa, no Sertão paraibano, deverá contar com um moderno Centro de Especialidades Odontológicas (CEO). O Centro será viabilizado através de uma parceria do deputado federal…