Por pbagora.com.br

Um detalhe sobre a soltura dos 11 vereadores de Santa Rita presos durante a Operação Natal Luz e liberados após a audiência de custódia realizada na noite dessa quarta-feira (06), não passou despercebido.

É que a Juíza responsável pela decisão, Maria dos Remédios Pordeus, recebeu no ano passado, o título de cidadania santarritense pelos serviços prestados na cidade, proposto pelo vereador e presidente da Câmara, Anésio Miranda. Vale ressaltar que Anésio foi um dos beneficiados com a soltura.

A dúvida que passou a pairar e permeia as rodas de conversa na terra dos canaviais nesta quinta-feira (07) é se, teria sido correta a decisão da liberdade dos parlamentares ter sido decretada pela magistrada que foi agraciada por um deles.

Além da liberdade, os vereadores não foram impedidos de continuar nos cargos, mas seus salários foram suspensos.

PB Agora

Notícias relacionadas

Bombeiros são acionados para apagar pneus em chamas na BR-101

A Polícia Rodoviária Federal acionou o Corpo de Bombeiros para que apagasse as chamas vindas de pneus que estavam sendo queimados na BR-101, km 89, próximo à Gauchinha, em João…

PB bate recorde de mortes por covid pelo segundo dia e governador renova apelo contra aglomerações

A Paraíba bateu novo recorde de mortes por covid-19 pelo segundo dia consecutivo em 2021. Nesta terça-feira (2), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou 32 óbitos pela doença,…