Na Paraíba, um ato de solidariedade de uma família em luto permitiu trazer de volta a alegria de viver para pacientes na fila do transplante de órgãos na Paraíba, no Ceará e em São Paulo.

Emocionada, e ainda consternada pela precoce partida de uma criança de apenas 11 anos, a família autorizou que a equipe médica do Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande realizasse o procedimento de captação dos órgãos (coração, fígado e rins) para pacientes que aguardam na fila de transplantes no país.

De acordo com a unidade hospitalar, três brasileiros receberão os órgãos doados. Em resposta ao ato de solidariedade, a equipe médica do Trauma agradeceu de forma singela (vídeo) aos parentes da criança.

De acordo com a secretaria de Estado da Saúde, o coração foi destinado a uma criança de apenas 13 anos no estado do Ceará. O fígado permaneceu na Paraíba e será encaminhado para procedimento de transplanta no Hospital Nossa Senhora das Neves, na Capital.

Ainda de acordo com a Saúde estadual, os rins da doadora serão encaminhados para o estado de São Paulo.

Segundo secretário de Estado de Saúde, Geraldo Medeiros, a Paraíba bateu recorde de captação de órgãos em um ano em sua história. Até este momento, foram 16 captações.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

MDB descarta figurar como coadjuvante na disputa pela PMCG

O MDB da Paraíba, comandado pelo senador José Maranhão descartou a possibilidade de figurar como coadjuvante na disputa pela prefeitura de Campina Grande nas eleições desse ano e decidiu apostar,…

250 ônibus que atendem a capital voltam a funcionar hoje; saiba quais linhas

Por meio de comunicado oficial a prefeitura de João Pessoa comunicou, que os ônibus urbanos voltam a circular hoje (6), em João Pessoa. As operações acontecem de segunda-feira ao sábado,…