Líder da oposição na Câmara Municipal de Campina Grande, o vereador Bruno Faustino (PSB) rebateu  as críticas do também vereador Alexandre do Sindicato (PHS) ao governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB).

Alexandre do Sindicato disse que o governador chegou tarde a Campina Grande e apresentou ‘pirotecnias’ como soluções para a crise de abastecimento de água que a cidade e mais oito municípios enfrentaram durante toda a última semana.

Em resposta, Bruno Faustino acusou Alexandre do Sindicato de ‘jogar pedras’ no Governo do Estado com o objetivo de ‘politizar’ uma situação de ‘infortúnio’, isto é, uma adversidade. Ele se refere ao incêndio que atingiu a subestação de Gravatá, em Queimadas.

“O que ocorreu foi um infortúnio. Algo que em 50 anos ninguém viu nada parecido, não só no estado da Paraíba, mas também em nenhuma localidade do Nordeste”, afirmou. O incêndio destruiu toda a estrutura do local, impossibilitando o bombeamento de água no Açude Epitácio Pessoa.

Redação

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PSB e PCdoB e uma frustração em comum dentro da CMJP

Não será dessa vez que o vereador Léo Bezerra, do PSB, assumirá o comando da Câmara Municipal de João Pessoa, nem o suplente do PCdoB, Guga de Jaguaribe tomará posse…

Mulher de 40 anos é morta a tiros em João Pessoa e polícia procura suspeito

Mais um crime contra a mulher foi praticado na Paraíba. A vítima foi morta a tiros na madrugada deste sábado (24), em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar,…