A Paraíba o tempo todo  |
CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Sobrinho denuncia a omissão do patrimônio de Leto

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O candidato do DEM à prefeitura de Cabedelo, Fernando Sobrinho, condenou, nesta quinta-feira (25), a omissão do patrimônio por parte do prefeito Leto Viana (PRP), que vai disputar à reeleição.

“O país não suporta mais a falta de transparência e deseja mudar, transformar e não continuar no atraso. Esse é o sentimento que vivemos em nossa Cabedelo. Precisamos desenvolver, gerir com responsabilidade e profissionalismo. Temos coragem para denunciar o que o atual gestor omitiu e vamos ter muito mais, ao lado do povo, para inovar em Cabedelo”, disse.

Leto Viana (PRP), que vai para a reeleição, evitou declarar a Justiça Eleitoral mais de R$ 8,4 milhões em patrimônios e bens. Dentre os 21 bens que o atual gestor cabedelense possui, 5 não foram declarados e 16 foram sub avaliados.

 

As certidões obtidas junto ao cartório da cidade portuária mostram que Leto possui um número maior de bens do que o declarado. Entre os bens ‘evitados’ de serem declarados junto a Justiça Eleitoral, estão, por exemplo, três carros e dois terrenos. Já em relação ao seu patrimônio, o prefeito declarou uma sub avaliação nos apresentados a Justiça a exemplo da casa em que reside.

 

Entendendo o caso

 

O prefeito Leto Viana no ato do registro de candidatura, junto ao Cartório Eleitoral de Cabedelo, apresentou uma declaração de bens ‘supostamente’ baseada em sua declaração de imposto de renda de dezembro de 2015; no entanto, para a Justiça Eleitoral é declarado os bens tendo por base a data do registro. Daí, a Coligação ‘A Força das Novas Ideias’, composta pelos partidos – DEM/PMB/PSDC/PTB/PSB, contestou esse registro apresentando um total de 5 bens omitidos, que são: um terreno em Camalaú, um terreno (com edificação) no Parque Esperança, um veículo Pálio 2013/2014, uma caminhonete Renault Master 2012/2013 e uma caminhonete Mitusbishi L-200 2003, juntos avaliados em cerca de R$ 1.781,107 milhões.

 

Outros 16 imóveis que segundo a Coligação estão sub avaliados e remontam um total de R$ 6.863,000,00 milhões em patrimônios. Por exemplo, na casa em que o prefeito reside que fica localizado no Condomínio Vilas do Atlântico, Leto Viana declarou que sua residência estaria avaliada em cerca de R$ 263.240,80 mil, com 290,32 m²; quando um imóvel neste mesmo condomínio é vendido por um valor de R$ 1.800,000 milhão.

 

As certidões que comprovam a propriedade dos bens de Leto foram obtidas junto ao cartório Figueiredo Dornelas Serviço Notarial e Registral da Comarca de Cabedelo.



Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe