Subiu para 40 o número de pessoas que afirmaram terem sido feridas por agulhas no Parque do Povo durante o Maior São João do Mundo. As vítimas deram entrada ao Hospital de Trauma e garantiram ter sido furadas uradas durante os shows no Parque do Povo e em um bloco junino no dia 2 de junho. A Polícia Civil abriu investigação sobre o caso e ouviu 21 vítimas até a segunda-feira.

 

Ontem, quatro seringas com sangue e uma lâmina de bisturi foram apreendidas pela Polícia Civil em uma rua paralela ao Parque do Povo. De acordo com o delegado Henry Fábio, que está a frente das investigações do 'caso das agulhas', um homem foi detido próximo ao local, mas liberado em seguida.

 

Desde o dia 11 de junho o hospital recebe pessoas que apresentam os mesmos relatos de ferimentos por agulhas. Até as 18h30 desta segunda-feira (18), 40 pessoas foram atendidas no Hospital de Trauma após relatarem ter sido vítimas de ferimentos por objetos semelhantes a agulha, sendo 35 no Parque do Povo e cinco em um bloco junino que aconteceu no dia 3 de junho. São 24 homens e 16 mulheres.

 

Após uma semana dos primeiros casos registrados, a polícia não identificou nenhum suspeito relacionado ao caso. O delegado Henry Fábio ainda informou que dentro das seringas havia um líquido avermelhado. O material foi submetido a exames e foi constadado que se tratava de sangue, mas numa proporção pequena e diluída em soro fisiológico. O material também foi refrigerado, segundo a análise.

 

PB Agora

Certificado digital mais barato para advogados e contadores. Clique e saiba como adquirir

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Após colisão entre duas carretas motorista fica preso às ferragens

Na madrugada deste sábado (11), três pessoas ficaram feridas entre as cidades de Alhandra e Mata Redonda, no Litoral Sul paraibano, após uma colisão entre duas carretas. De acordo com…

Centro de Zoonoses de Campina Grande retoma serviço de castração

A Secretaria de Saúde de Campina Grande vai retomar o serviço de castração de cães e gatos no Centro de Zoonoses do município. A castração foi suspensa durante três meses…