Por pbagora.com.br

O objetivo é a formação de uma comitiva para tratar dos mais de 650 imigrantes que buscaram apoio no Estado

A  Comissão de Direito Internacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB) esteve reunida com representantes da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), na manhã desta sexta-feira (28) com o intuito de pensar no acolhimento dos mais de 600 refugiados que vivem em solo paraibano.

Uma reunião na Justiça Federal no dia 24 de julho pretende dialogar com diversas entidades para discutir formas dos poderes constituídos darem mais assistência a essa população, incluindo-a no mercado de trabalho.

Existe a possibilidade de que propostas e ações sejam formalizadas com o objetivo de elaborar programas em apoio a essa população. De acordo com o presidente da Comissão de Direito Internacional da OAB-PB, Pedro Igo, ainda não existe iniciativa, em âmbito municipal no Brasil, que reconheça o acolhimento de refugiados. “Não há ainda nenhum mecanismo de regulamentação dessa população por parte dos Poderes Municipal e Estadual. A dificuldade é o incentivo do erário para esse acolhimento. Precisamos integrar esse pessoal no mercado de trabalho”, salientou Pedro Igo.

 

 

PB Agora
com assessoria CMJP

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em JP: família procura educador físico desaparecido desde o dia 29 de setembro

O educador físico Daniel Alexandre, de 34 anos, está desaparecido desde o último dia 29 de setembro e tem deixado parentes e amigos preocupados na cidade de João Pessoa, Capital…

Fique atento: ocupante de cargo comissionado não faz jus aos valores de FGTS

“O servidor nomeado para exercer cargo comissionado, de livre nomeação e exoneração, não faz jus aos valores de FGTS durante o período trabalhado, porquanto se trata de verba de natureza…