O Procon de Campina Grande realizou, pela segunda vez, a operação que monitora o tempo de espera nas filas dos bancos. Esse trabalho ocorre no início de cada mês, período em que o fluxo de pessoas é maior devido ao pagamento do funcionalismo público estadual, municipal e dos aposentados. No período entre 29 de agosto e 03 de setembro, fiscais do órgão visitaram 13 agências bancárias, com um saldo de sete autuações. Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal receberam duas autuações (cada). Já o banco Itaú recebeu uma.

Rivaldo Rodrigues, coordenador executivo do Procon Municipal, explicou que, apesar do número de autuações ter sido elevado, houve uma diminuição em comparação com o mês passado.

“Na oportunidade em que começamos o monitoramento da Lei das Filas, no início de agosto, tivemos dez autuações e recebemos muitas queixas da população através dos nossos canais de comunicação. Agora, no início de setembro, repetimos a operação e observamos uma singela queda no número de autuações, vimos que está dando retorno. Nosso objetivo, a longo prazo, é que com o tempo as agências bancárias se organizem melhor para esse período de pagamento no final e início de cada mês e parem de desrespeitar a Lei Municipal 4.330/2005, popularmente conhecida como a “Lei da Fila”, destacou Rivaldo.

A Lei da Fila prevê que o atendimento nos bancos deve ser feito em até 20 minutos (em dias normais), 30 minutos (em dias de pagamento de funcionários públicos municipais, estaduais e federais) e em 35 minutos em dias atípicos, como véspera e dia seguinte aos feriados. O descumprimento dessa legislação, por parte das instituições bancárias, supermercados e lojas de departamento, acarreta sanções, como o pagamento de multas.

 

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Jovem desaparece após se afogar na praia de Coqueirinho, no Conde

Um jovem de 18 anos desapareceu no mar, após se afogar na praia de Coqueirinho, no Conde, Litoral Sul da Paraíba, neste domingo (17). De acordo com o Corpo de…

ALPB resgata dívida histórica com Dom José, concedendo-lhe título póstumo

Nesta segunda-feira (18), a Assembleia Legislativa da Paraíba, por iniciativa do seu presidente, o deputado Adriano Galdino, resgata uma dívida histórica com o ex-arcebispo metropolitano Dom José Maria Pires. Mais…