Por pbagora.com.br

Governo recebe FASUBRA, não há avanço nas negociações e categoria decide pela continuidade da greve.

Após um longo período de silêncio, o Governo Federal através da pressão dos servidores técnico-administrativos das Universidades Brasileiras, que estão em greve desde 17 de março, resolveu abrir diálogo com os servidores, recebendo os representantes da FASUBRA, na última segunda-feira, para comunicar que não há margem orçamentária para apresentar a proposta que tenha impacto financeiro para o funcionalismo, ou seja, o Secretário de Relações de Trabalho, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Sérgio Mendonça, disse que nada de novo poderia acrescentar à pauta de reivindicações dos trabalhadores.

Por sua vez, o Comando Nacional de Greve – CNG, por unanimidade, entendeu que a posição do governo, em não abrir um processo negocial, se traduz em desrespeito aos trabalhadores em greve e avaliou que a única forma de enfrentar essa situação de intransigência é fortalecer a greve, com ações que devem ser assumidas e cumpridas por todos trabalhadores técnico-administrativos para que deem visibilidade e forcem o governo a atender a pauta da categoria.

Em assembleia geral realizada na amanhã desta quarta-feira, dia 21, o Comando Local de Greve do SINTESPB e a base da categoria decidiram acatar a posição já defendida pelo CNG da FASUBRA de continuar e fortalecer cada vez mais a greve e buscar renegociar a proposta apresentada, inicialmente, pelo Ministério da Educação, através do ofício nº 56/2014-GAB/SESu/MEC.

Nesta quinta-feira, às 09h00, está agendada, no Auditório do SINTESPB, uma reunião do CLG para planejamento de atividades, levando em consideração as orientações do comando nacional de greve.

 

Ascom

Notícias relacionadas

Covid: PB registra mais de mil novos casos e 24 mortes nas últimas 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta terça-feira (20), 1.072 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 80 (7,46%) são casos de pacientes hospitalizados e 992 (92,53%) são…

Vacinação contra covid-19 volta a ser suspensa em JP por falta de doses

A campanha de vacinação contra a Covid-19 volta a ser suspensa em João Pessoa, nesta quarta-feira (21), após o esgotamento das doses de imunizantes, que são comprados e distribuídos pelo…