Por pbagora.com.br

 Um avião que fazia um voo interno na Líbia foi sequestrado e desviado para Malta, onde pousou no aeroporto da capital La Valletta nesta sexta-feira (23). O Airbus A320, da companhia aérea estatal Afriqiyah Airways, levava 118 pessoas a bordo (111 passageiros e 7 tripulantes). Em terra, as negociações com as autoridades locais duraram mais de três horas e terminaram com a libertação de todos os passageiros e tripulantes em segurança e a detenção dos dois sequestradores.

 

A coordenação das operações de serviços de segurança informou que o avião ia de Sabha para Tripoli. Eram 111 passageiros, sendo 82 homens, 28 mulheres e uma criança. A pequena ilha de Malta fica a 500 quilômetros da costa da Líbia.

 

O anúncio do fim do sequestro aconteceu pouco depois das 12h40. O primeiro-ministro de Malta, Joseph Muscat, informou, via Twitter, que o restante da tripulação e os dois sequestradores haviam deixado a aeronave sob proteção, depois de todos os outros 109 passageiros terem desembarcado em segurança. Segundo Muscat, os sequestrados se renderam e foram levados sob custódia. Segundo fontes locais, eles teriam pedido asilo político em Malta.


UOL

Notícias relacionadas

Inmet renova alerta vermelho de grande perigo de acumulado de chuvas e emite dois alertas laranjas para a PB

Em meio as chuvas que caem na Paraíba, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) renovou o alerta vermelho de grande perigo de acumulado de chuva em João Pessoa e mais…

Supermercado de CG deve indenizar cliente por furto em estacionamento

O supermercado Extra (Companhia Brasileira de Distribuição) deverá pagar a quantia de R$ 5 mil, a título de indenização por danos morais, a um cliente que teve objetos furtados de…