Por pbagora.com.br

O pedido de demissão do secretário da Receita, Adenilson Ferreira, desencadeou uma ação inesperada que pode desestabilizar o Governo Luciano Cartaxo (PV) nesta fase contra a exorbitação das consultoras Aline e Ivna – responsáveis pela maior crise interna na Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP).

Diversos secretários das pastas mais importantes da edilidade articulam um pedido coletivo de exoneração “porque ninguém aguenta mais os excessos dessas consultoras que andam desestabilizando a gestão, mas o prefeito não abre mão delas”.

Um dos secretários, considerado da base íntima do prefeito, revelou o jornalista Walter Santos, nesse final de semana, em seu site, o wscom, que “a crise é imensa e que ele vai ter que escolher o porque a situação na prefeitura está insustentável”.

E completou: “Para derrubar Adenildon, elas monitoraram todas as secretárias afins do projeto do BID e colocaram pessoas da intimidade delas para compor a comissão e Adenilson descobriu e não aceitou”.

Redação

 

 


Saiba mais sobre Certificação Digital no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas Certificação Digital. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Notícias relacionadas

Neste domingo, PMJP aplica segunda dose em idosos com 76 anos ou mais

A Prefeitura de João Pessoa continua com a aplicação exclusiva de segunda dose da vacina Coronavac/Butantan e passa a atender as pessoas com 76 anos ou mais, neste domingo (18).…

Escolas privadas poderão funcionar no sistema híbrido a partir desta segunda

Em novo decreto, Paraíba flexibiliza aulas presenciais para algumas séries O Diário Oficial do Estado (DOE), em edição suplementar, publicou neste sábado (17), o decreto que disciplina as atividades na…