Por pbagora.com.br

O secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha, declarou que neste final de semana ele viu “cenas de horrores, aglomeração e desrespeito ao próximo” registradas na capital durante o último final de semana.

De acordo com o auxiliar do prefeito Cícero Lucena, apesar de João Pessoa ter diminuído o índice de internações pela covid-19, sobretudo no que diz respeito a leitos de UTI, a doença ainda continua fazendo vítimas e todos os cuidados devem continuar sendo tomados para que não haja uma regressão e os hospitais tornem a lotar.

Fábio Rocha ainda disse que para ele não é justo o poder público estar em força-tarefa constante no enfrentamento à referida doença e a população desrespeitar as regras fazendo com que o trabalho seja em vão.

“Não é justo que o estado e municípios façam todos os esforços, trabalhando no fim de semana e feriado, para ir tudo abaixo por causa de irresponsáveis”, disse durante entrevista a uma emissora de TV nesta segunda-feira (03).

O secretário apontou ainda que a gestão irá tentar identificar os responsáveis pelas aglomerações.

“De acordo com a lei, vamos lá e fechar, lacrar e esperar a justiça, porque não é justo todo um esforço e sacrifício e alguns quererem fazer graça fora de época. Estamos diante de um inimigo invisível e pessoas tem que ter consciência que é copartícipe”, concluiu.

PB Agora

Notícias relacionadas

Missa de sétimo dia do jornalista Eduardo Carneiro será nesta 6ª

Nesta sexta-feira (07) será realizada a missa de sétimo dia pelo falecimento do jornalista e empresário Antônio Eduardo Carneiro. A celebração ocorrerá às 19h na Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo…

MP apura superfaturamento em locação de carros em cidades da PB

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) constatou possíveis casos de superfaturamento ocorridos em procedimentos licitatórios ou contratações diretas realizadas em 2020 por 25 municípios paraibanos, referentes ao serviço de locação…