O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, chamou atenção dos paraibanos em relação ao perigo da disseminação de fake news através das redes sociais. Medeiros argumentou que a melhor forma de se informar é através de sites de órgãos oficiais. O secretário, em entrevista à emissora de rádio em João Pessoa, aproveitou para ressaltar que o novo coronavírus não é letal apenas para idosos, como foi propagado.

Ele demonstrou preocupação ao ter que lidar com dois tipos de disseminação. A primeira: a do novo coronavírus, por isso, destaca as relevantes medidas de isolamento social. E a segunda: as fake news, que, segundo ele, também precisam ser combatidas por todos.

“É um vírus que tem um alto poder de transmissibilidade e não mata só pessoas idosas, mata jovens também. É uma realidade nova que nós estamos observando na Europa, muitos jovens morrendo”, argumentou Medeiros.

Para ter acesso a informações verídicas e de credibilidade, Geraldo Medeiros orienta que a população busque fontes confiáveis e evite espalhar dados falsos, pois as consequências podem ser letais. “Não vejam informações oficiosas e de redes sociais, as chamadas fake news. Existe o site da Secretaria Estadual de Saúde, existe o site do Ministério da Saúde, então, em caso de dúvidas, a população deve se basear nesses sites e não informar errado porque isso pode representar a perda de vidas”, declarou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ex-presidente da Câmara de Cubati é condenado por improbidade

Irregularidades na construção de anexo para funcionamento de biblioteca da Câmara Municipal de Cubati motivaram a condenação do ex-presidente da Casa, Juaci Cordeiro de Souza, pela prática de Improbidade Administrativa.…

Barreira sanitária em Mangabeira registra 23 casos de covid-19

Nesta quarta-feira (27) o bairro de Mangabeira está recebendo uma ação que visa aumentar o isolamento social e conscientizar à população sobre a importância de cumprir as medidas restritivas com…