Por pbagora.com.br

Pela primeira vez, publicamente, o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, atualmente filiado ao PSB, assumiu a disposição de disputar a prefeitura de Campina Grande em 2020. Se escolhido, o médico só ficará à frente da pasta até o início de abril de 2020, a fim de ficar apto para a disputa majoritária.

Assim como o governador João, Geraldo também deixará o PSB. Para ele, quem segue o governador deve fazer escolhas e essa é a mais correta.

“Nos envaidece ser lembrado. Isso é em função do desempenho que nós tivemos na gestão durante oito anos do Hospital de Trauma de Campina Grande, transformando a unidade que era conhecida como matadouro em um Hospital de Referência não só na Paraíba e em todo país, então essa é a interpretação que dou ao reconhecimento do nosso trabalho e também como secretário de saúde e nós estamos aí à disposição dos partidos aliados e nós temos a impressão e a opinião de quem deve conduzir esse processo é o governador e as siglas aliadas”, ressaltou.

Indagado se já havia iniciado as conversas com o governador sobre a possibilidade de lançamento de candidatura, Geraldo Medeiros destacou que ainda não teve tempo para esse planejamento. “A Secretaria Estadual de Saúde, a gestão, nos absorve de tal maneira que quando a gente se encontra, só discutimos isso”.

As declarações repercutiram no programa Arapuan Verdade.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

OAB quer afastamento de autoridades envolvidas em confusão na Central de Polícia

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) quer o afastamento de todas as autoridades envolvidas na confusão na Central de Polícia em João Pessoa, registrada  na última…

RC é o candidato à PMJP com maior patrimônio declarado à Justiça

Dos 14 candidatos na disputa pela prefeitura de João Pessoa, o ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), é o que declarou o maior patrimônio à Justiça Eleitoral, com R$ 3.508.918,71.…