Pela primeira vez, publicamente, o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, atualmente filiado ao PSB, assumiu a disposição de disputar a prefeitura de Campina Grande em 2020. Se escolhido, o médico só ficará à frente da pasta até o início de abril de 2020, a fim de ficar apto para a disputa majoritária.

Assim como o governador João, Geraldo também deixará o PSB. Para ele, quem segue o governador deve fazer escolhas e essa é a mais correta.

“Nos envaidece ser lembrado. Isso é em função do desempenho que nós tivemos na gestão durante oito anos do Hospital de Trauma de Campina Grande, transformando a unidade que era conhecida como matadouro em um Hospital de Referência não só na Paraíba e em todo país, então essa é a interpretação que dou ao reconhecimento do nosso trabalho e também como secretário de saúde e nós estamos aí à disposição dos partidos aliados e nós temos a impressão e a opinião de quem deve conduzir esse processo é o governador e as siglas aliadas”, ressaltou.

Indagado se já havia iniciado as conversas com o governador sobre a possibilidade de lançamento de candidatura, Geraldo Medeiros destacou que ainda não teve tempo para esse planejamento. “A Secretaria Estadual de Saúde, a gestão, nos absorve de tal maneira que quando a gente se encontra, só discutimos isso”.

As declarações repercutiram no programa Arapuan Verdade.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Empresários decidem não pedir abertura das lojas em Campina Grande

A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL-CG) , decidiu em reunião neste sábado (28), manter o comércio fechado em decorrência do avanço do novo coronavírus. Também participaram da…

Mundo contabiliza mais de 600 mil pessoas infectadas com coronavírus

Passou de 600 mil o número de pessoas infectadas com a Covid-19 no mundo, de acordo com levantamento da universidade Johns Hopkins, neste sábado (28). São 614.884 infectados, com 28.687…