Por pbagora.com.br
Na PB, de acordo com última pesquisa do Sebrae, 42% interromperam temporariamente seu funcionamento. Além de acesso a um conjunto de protocolos por segmento, empresários vão ter orientações práticas para serem implementadas na rotina do negócio

Os empreendedores que pretendem retomar suas atividades vão poder contar com um apoio a mais do Sebrae.  Com o objetivo de apoiar as micro e pequenas empresas para uma retomada das atividades econômicas no país, o Sebrae está disponibilizando, no Portal da instituição, uma página específica (https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/protocolosderetomada) onde os empresários vão ter acesso a um conjunto de protocolos com orientações de boas práticas nacionais e internacionais, alinhadas com as recomendações das autoridades de saúde.   A retomada das atividades, de acordo com o Governo da Paraíba, está prevista para ocorrer de forma gradual a partir do próximo dia 15 de junho.

Ao todo, foram elaborados 35 documentos para 47 segmentos setoriais. Na Paraíba, 42% dos pequenos negócios interromperam temporariamente seu funcionamento com a crise causada pelo coronavírus. Outros 5,2% decidiram fechar a empresa de vez; e 47,5% mudaram o funcionamento, enquanto 5,1% não mudaram seu funcionamento. Os dados são da terceira edição da pesquisa “O impacto da pandemia de coronavírus nos pequenos negócios”, realizada pelo Sebrae em parceria com a FGV.

A primeira etapa da iniciativa já está disponível e atende aos empresários dos segmentos que representam 57% dos pequenos negócios do país, formados pelos setores de moda, beleza, estética, bares, lanchonetes, restaurantes, lojas de rua e de shopping, academias de ginástica, clínicas e saúde. Além de e-books, são disponibilizados vídeos orientativos de curta duração em que os donos de pequenos negócios poderão verificar, de forma simples, quais os procedimentos eles deverão adotar na empresa.

De acordo com o presidente do Sebrae, Carlos Melles, os protocolos de retomada têm sido muito utilizados no processo de orientação para que as empresas consigam receber novamente os clientes e oferecer os produtos e serviços de forma presencial. “Os documentos são muito relevantes para que o empresário, juntamente com seus colaboradores, fornecedores e clientes consigam, de fato, superar esta fase. Mais importante do que abrir, é se manter aberto e ter um local mais seguro. O Sebrae acredita muito que essa ação será um diferencial para que possamos ter uma retomada consistente em nosso país”, declarou.
Já nesta quarta-feira (10), o Portal do Sebrae vai trazer novos conteúdos para os outros segmentos da alimentação, em especial para o microempreendedor individual (MEI), confeitarias, panificadores, feiras livres, minimercados e mercearias. Nessa segunda etapa, os empresários da construção civil, tanto da indústria quanto das lojas do segmento também vão ter acesso aos protocolos segmentados nos formatos de e-book e vídeos.
Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Inmet emite alerta de baixa umidade para 92 municípios paraibanos

Um alerta de baixa umidade foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para 92 municípios paraibanos. O aviso é válido até as 19h deste domingo (25). De acordo com alerta,…

Idosa de 73 anos cai em fossa no bairro Rangel, em João Pessoa

Nesta segunda-feira (26), uma idosa de 76 anos caiu dentro de uma fossa, no bairro do Rangel, em João Pessoa. Segundo as informações a mulher teria pisado sobre da estrutura…