A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza, nesta terça e quarta-feira, dias 23 e 24, um Treinamento no Diagnóstico Laboratorial da Malária, utilizando os métodos do Teste Rápido e da Gota Espessa. O evento acontece nos turnos da manhã e tarde no auditório do Complexo Hospitalar de Doenças Infectocontagiosas Clementino Fraga, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa.

De acordo com a farmacêutica bioquímica do Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen-PB), Aldenair Torres, o treinamento no diagnóstico laboratorial da malária consiste em capacitar os profissionais da saúde, a fim de fazer o exame denominado de Gota Espessa e o teste rápido da doença, proporcionando uma maior facilidade da população, com vários pontos onde o serviço será disponibilizado.

O público-alvo do treinamento, neste primeiro momento, são os profissionais que trabalham ou prestam seus serviços nas secretarias municipais de saúde e algumas unidades hospitalares, a exemplo do Complexo Clementino Fraga, Hospital Flávio Ribeiro, Hospital Edson Ramalho, Hospital Arlinda Marques, entre outros que integram a rede estadual.

“A metodologia usada no treinamento para o diagnóstico laboratorial da malária passa por um embasamento teórico sobre a doença de uma forma geral. Em segundo momento, teremos também um embasamento na confecção da gota espessa, que constitui o Padrão Ouro para o diagnóstico da malária, além do teste rápido, onde temos a facilidade de dar uma resposta mais rápida e imediata para a população”, destacou a Aldenair Torres.

Gota Espessa – O diagnóstico laboratorial da malária é realizado mediante demonstração de parasitos, por meio do método da Gota Espessa, que consiste na visualização das formas do parasito através de microscopia óptica, permitindo a diferenciação específica dos parasitos a partir da análise de sua coloração, morfologia e estágios de desenvolvimento no sangue periférico, devido à sua elevada concentração.

Teste Rápido para Malária – O Teste Rápido para Malária é uma nova metodologia diagnóstica representada pelos testes ‘imunocromatográficos’. Esses testes são realizados em fitas de nitrocelulose, contendo anticorpo monoclonal contra antígenos específicos do parasito. Pela sua praticidade e facilidade de realização, os testes rápidos são muito úteis, principalmente em situações onde não é processado o exame da gota espessa.

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Nesta segunda-feira: programação especial marca Dia do Agente de Trânsito

Em Comemoração ao Dia do Agente de Trânsito, celebrado nesta segunda-feira (23), a direção do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) programou uma série de atividades, que terá início às 9h,…

Ruy participa de celebração dos 67 anos do Bairro dos Estados, em JP

Um dos bairros com vasta história de tradição e cultura de João Pessoa. O bairro dos Estados comemora 67 anos neste mês de Setembro. Para celebrar, moradores participaram de uma…