Por pbagora.com.br

O Congresso quer votar o projeto das fake news de forma precipitada e com equívocos no texto. Este foi o tom do comentário que o deputado federal Ruy Carneiro compartilhou em suas redes sociais nesta quinta-feira (2) sobre o projeto de lei (PL 2630/2020) que estabelece normas para a atuação das redes sociais e serviços de mensagem no Brasil. Para o parlamentar, o momento não é para este debate e estão aproveitando o problema da pandemia para tentar aprovar a matéria.

De acordo com deputado, do jeito que está, o projeto não atende critérios técnicos e indicações de especialistas. “Enquanto o Brasil enterra seus mortos, vitimas desta pandemia, e as pessoas estão desempregadas, muitas passando fome, o Congresso quer votar de forma precipitada o projeto das fake news. A prioridade do Brasil, sem dúvida nenhuma, tem que ser saúde e emprego”, pontuou Ruy Carneiro.

“Tem muitas questões no projeto extremamente equivocadas. O debate é importante, mas não é nesse momento. Esse projeto tem que ser muito debatido, de forma presencial, pois interfere na vida de todos os brasileiros“, afirmou Ruy na publicação.

O texto do PL 2.630/2020 apresenta como objetivo evitar notícias falsas que possam causar danos individuais ou coletivos e à democracia. A matéria cria ainda a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, com normas para a atuação das redes sociais e serviços de mensagem em nosso país.

Ruy Carneiro, no entanto, pondera que um projeto com esta dimensão e responsabilidade exige um debate mais amplo entre os parlamentares, juntamente com a sociedade. A matéria, que já foi aprovada no Senado, tramita agora na Câmara dos Deputados.

 

 

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário Executivo de Saúde reforça necessidade do isolamento: “Não é hora de fazer festas”

O secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde do Estado, Daniel Beltrammi, afirmou que o estado ainda vive um cenário de interiorização do coronavírus. Ele destacou que…

Eleições indiretas em Bayeux devem ser realizadas em 10 dias, determina Justiça

Mais uma vez as eleições indiretas na cidade de Bayeux voltam a ter mais um capítulo, mas o desta segunda-feira (03) se encaminha para possivelmente ser o último. É que…