Por pbagora.com.br

Durante reunião com cerca de 100 lideranças comunitárias e moradores de diversos conjuntos residenciais da cidade, o pré-candidato a prefeito de João Pessoa Ruy Carneiro assumiu o compromisso de implantar e manter postos de Saúde da Família no entorno de habitacionais construídos nos últimos anos com recursos federais. “As famílias receberam moradias do Minha Casa Minha Vida, do governo federal, mas falta a prefeitura levar os serviços públicos, principalmente de saúde, transporte e educação. É o que vamos fazer nos próximos anos), disse Ruy, na manhã desta quarta-feira (9).

Nas propostas que tem apresentado à população ao longo da pré-campanha, Ruy defendeu que é preciso construir novos postos, mas do mesmo modo é fundamental garantir o funcionamento das unidades que já existem. “Vamos botar pra funcionar o que está parado ou funcionando mal. Mas há muitas regiões da cidade que ainda precisam ser atendidas”, ressalta.

Além dos postos de saúde, Ruy reafirmou o compromisso de implantar uma rede com cinco centros de especilidades médicas e diagnóstico para agilizar a realização de exames nos bairros.

Com relação à educação, Ruy ressaltou que deseja utilizar dos benefícios da tecnologia e passar o ensino do analógico para o digital, inserindo os jovens na sala de aula com modernidade e tecnologia. “Temos que utilizar da tecnologia para tornar João Pessoa uma cidade mais moderna. A escola precisa da tecnologia para atrair o interesse aos estudantes da nossa capital e inseri-los na sala de aula”, reforçou o pré-candidato.

 

Redação 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Ney avisa que, apesar de Bolsonarista, no Senado seu partido será só a PB

O empresário Ney Suassuna (Republicanos) viaja amanhã, sexta-feira (25) para Brasília onde vai apresentar a documentação requerida para a posse como senador na vaga deixada pelo titular, Veneziano Vital do…

Aulas presenciais na PB só devem retornar em 2021 após conclusão de sorologia

As aulas presenciais nas Paraíba só devem ser retomadas em 2021. Isso porque o governo irá realizar um inquérito sorológico que será feito em duas mil residências de estudantes no…