Saiu a primeira sentença condenatória referente ao roubo à agência da Caixa Econômica Federal (CEF), localizada no Campus I da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). O crime ocorreu na manhã de 29 de janeiro de 2018, quando um grupo de assaltantes roubou R$ 17.732,56 da agência da CEF na universidade. Após o roubo, os criminosos fugiram levando dois vigilantes como reféns. A sentença foi proferida pela 4ª Vara da Justiça Federal, em 4 de agosto de 2019, no âmbito da Ação Penal nº 0807200-54.2018.4.05.8201 ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF).

Foram condenados à reclusão: Joeliton Barbosa dos Santos (23 anos e 11 meses); Ralderson Linkoln de Araújo Silva (23 anos e 11 meses); André Vanute de Lucena Souza (18 anos, 10 meses e 15 dias) e Yago Lincken Gardman Oliveira da Silva (23 anos e 11 meses).

Os réus foram condenados pela prática de roubo e organização criminosa. As penas devem ser cumpridas em regime inicial fechado. Cabe recurso.

Tiros e agressões – Conforme as imagens de vídeo do interior da agência e o laudo da Polícia Federal, também houve disparos de arma de fogo no interior da agência bancária durante a ação dos criminosos. Os ladrões utilizaram três veículos para cometer o crime, os quais haviam sido roubados poucos dias antes. A organização criminosa abandonou os carros após o assalto.

Na sentença, o juízo da 4ª Vara da Justiça Federal destacou o alto grau de violência dos agentes criminosos, como os tiros disparados dentro da agência bancária e a forma como uma vigilante “foi agredida violentamente, causando lesões que a impossibilitaram de voltar ao trabalho”.

Mais duas ações – Ainda tramitam na Justiça Federal duas ações penais referentes ao assalto à agência da Caixa Econômica na UFCG: a Ação Penal n° 0801667-80.2019.4.05.8201, em face de Mastroianni Leonel Santos; e a Ação Penal n° 0800281-15.2019.4.05.8201, em face de Josenildo Augusto da Silva, Antonio Marcos Campos e Yago Alerrandro Ferreira Cabral.

Redação com MPF/PB

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

SOS Transposição: padre Djacy elege RC ‘o porta voz do povo sofrido”

Padre sertanejo, conhecido por seu envolvimento nas causas sociais, sobretudo na luta pela água para a região Nordeste, o pároco Djacy Brasileiro também está engajado na campanha encabeçada pelo ex-governador…

Bombeiros se mobilizam para encontrar banhista que desapareceu em Praia Bela

Uma verdadeira foi montada pelo Corpo de Bombeiros, já nas primeiras horas da manhã deste domingo (18), em busca de um banhista que desapareceu nas águas da Praia Bela, no…