A Paraíba o tempo todo  |

Rômulo lamenta morte do ator paraibano Sebastião Vasconcelos

O vice-governador Rômulo Gouveia lamentou a morte do ator paraibano Sebastião Vasconcelos, destacou o talento do artista e o vínculo que ele mantinha com a Paraíba. O corpo de Sebastião será cremado na tarde desta quarta-feira (17) no Rio de Janeiro.

 

Sebastião Vasconcelos nasceu em Pocinhos, na Paraíba, em 21 de maio de 1927 e iniciou sua carreira com peças de teatro no Recife (PE). Em 1955, ele foi para o Rio de Janeiro (RJ) onde conquistou o sucesso. Sebastião morreu nesta segunda-feira (15) no Hospital Israelita Albert Sabin, no Rio de Janeiro, onde estava internado desde o dia 30 de junho. Entre 25 de abril e 5 de junho, Vasconcelos esteve internado no mesmo hospital lutando pela vida contra pneumonia, enfisema pulmonar e mal de Parkinson .

 

O paraibano teve uma longa carreira no teatro, no cinema e na televisão, onde começou em 1959, na primeira versão da novela Cabocla, na extinta TV Rio. No cinema, teve atuação destacada no filme Inocência, de 1983, dirigido por Walter Lima Jr, pelo qual recebeu o troféu Candango de melhor ator no Festival de Brasília. No teatro, Sebastião Vasconcelos recebeu o Moliére, em 1977, por sua interpretação na peça Os Emigrados, de Slawomir Mrozek.

 

O ator que encerrou suas participações em telenovelas na Rede Record, em ‘Os Mutantes’ (2008), era conhecido por ter participado de novelas como “Tieta” (1989-1990), na qual interpretou Zé Esteves, pai da protagonista (Beth Faria). Em “Mulheres de Areia” (1993), ele foi o pescador Floriano, pai das gêmeas Ruth e Raquel (Glória Pires). Vasconcelos atuou mais recentemente como Felício em “Cabocla” (2004), todas novelas da Rede Globo onde foi contratado até 2004. Ele também atuou em “A casa das sete mulheres” (2003), “O clone” (2001) e a segunda versão de “Selva de Pedra” (1986), como o pai de Tony Ramos. O Memória Globo descreve o personagem de Vasconcelos esteve também em “Bebê a Bordo” (1988-89), na minissérie “Riacho doce” (1990), “Felicidade” (1991-92), “Anjo de mim” (1996-97) e “Corpo dourado” (1998).

 

Na Record, Vasconcelos ainda participou da novela ‘Caminhos do Coração’ em 2007.



Redação com Assessoria

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe