Era grande a expectativa para a vida do presidente Jair Bolsonaro (PSL) à Paraíba para participar da inauguração do Complexo Habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande, mas a agenda teve que ser cancelada. A confirmação foi feita nesta sexta-feira (04) pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD).

Segundo ele, como a data teve que ser adiada por conta de problema burocráticos, o presidente Bolsonaro não teve como adequar a agenda, que já tem uma viagem marcada para o Oriente Médio no mesmo período.

– A proposta de mudança da data foi feita pelo Ministério do Desenvolvimento para o dia 25 de outubro. Em conversa com a assessoria direta do presidente, no dia 25 de outubro ele estará no Oriente Médio e não será possível a presença dele aqui na inauguração – revelou.

Romero explicou que a intenção da gestão era que a inauguração acontecesse no mesmo dia que o aniversário da cidade, mas a burocracia impediu o intento.

– A presença do presidente estava agendada para o dia 11, e teve um impedimento devido aos contratos. Até ontem eu tive uma informação do Banco do Brasil que já foram enviados 500 contratos de São Paulo, mas, ainda faltam muitos contratos. Vamos começar a receber os contratos a partir da próxima semana, e o Banco do Brasil justificou a impossibilidade da inauguração no dia 11, porque não tem como inaugurar sem a assinaturas dos contratos – explicou Romero.

 

 

Total
1
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bloco Cafuçu deve se tornar Patrimônio Cultural e Imaterial da PB

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta terça-feira (22), o Projeto de Lei 570/2019, da deputada Cida Ramos (PSB), que torna o Bloco Cafuçu, realizado no município de João…

“Nós vamos estar prontos caso isso ocorra” diz João sobre óleo nas praias

Após reunião técnica para debater a questão do óleo que está castigando o litoral nordestino, mas que ainda não chegou à Paraíba, o governador João Azevêdo (PSB) detalhou no início…