O prefeito Romero Rodrigues (PSD), admitiu a possibilidade uma aproximação administrativa com o governador João Azevedo (PSB). A proposta já foi defendida por vereadores governistas como Alexandre do Sindicato, e pelo próprio vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP).

Com a crise instalada no diretório paraibano do Partido Socialista Brasileiro (PSB), muito se conjectura uma aproximação entre os grupos políticos do governador socialista João Azevedo, e do prefeito Romero Rodrigues (PSD).
Em entrevista veiculada pela Rádio Caturité, Romero Rodrigues confirmou que essa aproximação poderá acontecer sim, mas não da forma que especula-se.

– Administrativamente tem que se estar apto a conversar, quando os dois querem, claro. Vai ser um prazer discutir e debater temas de Campina Grande. Mas em relação à política, é bom deixar claro que não há a possibilidade, ao menos nesse instante, de haver uma aproximação política- declarou.

Romero ressaltou, que agirá com tranquilidade caso isso ocorra, pois segundo ele poderia haver dificuldades já que existem membros da base aliada do governador socialista que tem divergências políticas com o grupo da situação de Campina Grande.

Bolsonaro – Romero Rodrigues também confirmou que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) estará na cidade no próximo dia 11 para participar da inauguração do Conjunto Habitacional Aluízio Campos.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em Sousa: idosa de 70 anos morre com suspeita da Covid-19

Uma idosa de 70 anos, com histórico de diabetes, morreu na tarde de ontem, sábado (04), no município de Sousa, Sertão da Paraíba, com suspeita do novo coronavírus. Ela estava…

Estados e municípios devem decidir como cumprir calendário escolar

O governo federal publicou nesta semana a medida provisória (MP) que permite que as escolas tenham menos de 200 dias letivos no ano, desde que garantam, no mínimo, 800 horas…