Em entrevista concedida à Rádio Correio FM,nesta terça-feira (10), o presidente da Cooperativa de Cargas de Campina Grande, Albério Lima,não descartou a possibilidade de uma nova paralisação da categoria em todo o país. O ato estaria previsto para a próxima segunda-feira, 16.

Segundo Albério, fatores como o preço do piso mínimo do frete não foi cumprido, e a espera já soma 1 ano e 9 meses, assim como os altos preços do óleo, do gás, da gasolina, entre outras reivindicações.

Existe, de acordo com o presidente da Cooperativa, uma mobilização nacional envolvendo representantes de todo o país para a categoria paralise as atividades a zero hora do próximo dia 16.

Albério Lima relevou na entrevista que o ato seguirá o modelo já conhecido pelos caminhoneiros, que ocupando as rodovias que cortam todo o Estado, inclusive a BR-230.

No entanto, a reve pode vir a ser evitada, segundo o cooperado, em caso da abertura de uma negociação direta com o Governo Federal.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Moradores de Santa Rita denunciam falta de coleta do lixo

Mesmo com contrato firmado entre a Prefeitura Municipal de Santa Rita e a empresa de limpeza urbana Geo Urbana, o lixo do município não estaria sendo recolhido. Até dezembro deste…

Parte das máscaras produzidas por reeducandas será para a Polícia e Bombeiros

Uma parceria entre a Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) e a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) vai garantir que parte da produção de máscaras, realizada por reeducandas…