Por pbagora.com.br

A ida do governador João Azevêdo para os quadros do Cidadania na Paraíba não deve alterar o relacionamento com o Governo Bolsonaro, que atualmente é de respeito e institucionalidade. Segundo o secretário de Comunicação, Nonato Bandeira, o Cidadania faz oposição à gestão do presidente no campo político.

“No relacionamento administrativo, o governador é sempre bem recebido pelos ministros, até porque a Paraíba cumpre o dever de casa, buscando equilíbrio para estar apta às diretrizes impostas pelo Governo Central”, ressaltou.

Já no relacionamento político, o Cidadania é oposição a Bolsonaro, no entanto foi o partido que mais reformou a reforma do presidente, que fez as alterações para defender os trabalhadores e os aposentados que o projeto original defendia.

“Apesar de fazer oposição, o partido teve que votar a favor da Reforma da Previdência como um todo, porque era uma condição imposta ao Brasil e aos aposentados. Mas ao mesmo tempo combate a questão da pauta ambiental, multiculturalismo, todos os preconceitos que saem do governo central”, ressaltou.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Enem 2020: gabaritos oficiais já estão disponíveis

Os gabaritos oficiais da prova objetiva do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já estão disponíveis. Os interessados podem acessar os gabaritos das provas de matemática, ciências da natureza, ciências…

Paraíba passa a marca de 4 mil mortes por covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta terça (26), 186.033 casos da Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 90 (8%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.036 (92%)…