A ida do governador João Azevêdo para os quadros do Cidadania na Paraíba não deve alterar o relacionamento com o Governo Bolsonaro, que atualmente é de respeito e institucionalidade. Segundo o secretário de Comunicação, Nonato Bandeira, o Cidadania faz oposição à gestão do presidente no campo político.

“No relacionamento administrativo, o governador é sempre bem recebido pelos ministros, até porque a Paraíba cumpre o dever de casa, buscando equilíbrio para estar apta às diretrizes impostas pelo Governo Central”, ressaltou.

Já no relacionamento político, o Cidadania é oposição a Bolsonaro, no entanto foi o partido que mais reformou a reforma do presidente, que fez as alterações para defender os trabalhadores e os aposentados que o projeto original defendia.

“Apesar de fazer oposição, o partido teve que votar a favor da Reforma da Previdência como um todo, porque era uma condição imposta ao Brasil e aos aposentados. Mas ao mesmo tempo combate a questão da pauta ambiental, multiculturalismo, todos os preconceitos que saem do governo central”, ressaltou.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Calvário: apenado monitorado que danificar tornozeleira pode ser encarcerado

Duas recomendações aprovadas pelos membros do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF) do Tribunal de Justiça da Paraíba estão sendo encaminhadas aos magistrados, orientando como proceder em…

Pagamento com desconto de 10% do IPVA de placa final 2 encerra hoje

Os proprietários de veículos de placa final 2 podem garantir o desconto de 10% do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores), caso efetuem o pagamento na opção da…