Após sofrer um acidente no inicio de julho, o secretário chefe de gabinete da Prefeitura de João Pessoa, Lucélio Cartaxo (PV), deve retomar as atividades essa semana.

Lucélio Cartaxo, recebeu alta do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado, no último dia 31 de julho. .Lucélio sofreu um acidente de quadriciclo no dia 6 de julho, juntamente com o filho, que já recebeu alta.
Lucélio foi transferido para o hospital em São Paulo no dia 15 deste mês, para passar por novos exames e para que o tratamento clínico de reposição de sódio fosse concluído, de acordo com o que foi informado, à época, pela assessoria de imprensa da unidade de saúde particular onde ele estava em João Pessoa.

No dia do acidente, o secretário-chefe foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O diretor da unidade afirmou que ele havia sofrido um traumatismo cranioencefálico moderado, o que indicava que houve uma lesão no cérebro, mas não foi preciso fazer cirurgia. Também foi informado que Lucélio Cartaxo sofreu uma lesão na lombar e fraturas em algumas partes da coluna.

Uma dia depois do acidente, Lucélio foi transferido para a UTI de um hospital particular em João Pessoa. Ele chegou a sair da unidade intensiva e ir para um apartamento no local, mas voltou para a UTI depois que exames de sangue mostraram uma queda na taxa de sódio. Depois disso, o secretário-chefe foi transferido para a unidade de saúde de São Paulo, onde também foi levado para a UTI, mas saiu do local no dia 21 deste mês.

Além de chefe de gabinete, Lucélio é irmão gêmeo do prefeito Luciano Cartaxo. Ele foi candidato ao governo do estado em 2018, pelo PV.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Plano de retomada da PB serve de modelo para Consórcio Nordeste

A matriz de risco elaborada pelo Governo do Estado no plano de retomada da economia na Paraíba serviu de modelo para o Comitê Científico do Consórcio Nordeste para a Covid-19…

MPs vão à Justiça por garantia de UTIs previstas em plano de combate à Covid-19

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público da Paraíba (MP/PB) ajuizaram uma ação civil pública com pedido de liminar em face da União, do Estado da Paraíba, do…