Por pbagora.com.br

A reaparição púbica do ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB) na entrega do complexo habitacional Aluízio Campos; a acolhida calorosa dos campinenses, e o elogio do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), pode ser o sinal de que o tucano pretende entrar na disputa pela Prefeitura Municipal de Campina Grande em 2020. O próprio prefeito Romero Rodigues (PSD), sinalizou para essa possibilidade, ao aplaudir e reverenciar o tucano.

Discreto, o ex-senador agradeceu, em entrevista, a recepção calorosa que recebeu durante o evento, mas não falou em política
– Quero, nesse instante, não apenas parabenizar os responsáveis, mas agradecer a Deus pelo que me aconteceu. A acolhida que recebi tão fraterna e calorosa dos que estavam lá me proporcionou esse momento inesquecível – comemorou.

O ex-senador foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro, que o tratou como “patrimônio da Paraíba”.
“Não existe momento maior, e de satisfação para um político, de ser recebido pelo seu povo. Nós todos chegamos um pouquinho mais cedo, mas tem um cara que chegou exatamente agora, que é Cássio Cunha Lima. Ela chegou, modestamente, e queria ficar na segunda fileira. Eu disse que não! Fique na primeira fileira e, se não tiver vaga, fique na minha cadeira. Me desculpem, mas ele não é mais patrimônio de Campina Grande. Ele não é mais patrimônio do Nordeste, é patrimônio do Brasil”, disse Bolsonaro disse Jair.

Ao comentar sobre os temas que conversou com o presidente, Cássio afirmou que tratou apenas de questões relacionadas aos investimentos na cidade. “Conversamos amenidades. Sobre a duplicação da BR-230 e da BR-104. Também o pleito de Campina Grande em relação ao VLT e a transposição do São Francisco”, declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas

João anuncia abertura de mais 147 leitos para tratamento da Covid-19

O governador João Azevêdo anunciou, nesta quinta-feira (4), a abertura de mais 147 leitos destinados ao tratamento da Covid-19 no estado. Os novos leitos serão distribuídos pelas três macrorregiões de…

PMJP interdita Mercado Central para realização de serviços de emergência

O Mercado Central será interditado de domingo (7) até a segunda-feira (8). A ação é necessária para que a Prefeitura de João Pessoa, por meio de um trabalho integrado entre…