A Paraíba o tempo todo  |

RC solicita que MP apure acidente com ônibus de Santa Rita e condições da frota intermunicipal

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O governador Ricardo Coutinho solicitou que o Ministério Público da Paraíba apure as responsabilidades do acidente com o ônibus da empresa Santa Rita, ocorrido na manhã do último sábado (28), e que faça uma “radiografia” de toda a frota intermunicipal para evitar futuros acidentes.

 

Ricardo afirmou que tem conhecimento de usuários acidentados e de que os ônibus que fazem o transporte de Santa Rita quebram muito e que falta manutenção. “Como governador, não posso fazer uma análise prévia, mas chamei o Ministério Público para fazer uma análise com a participação no inquérito de um representante da família dos acidentados”, informou.

 

O governador acrescentou que assim que o inquérito for concluído o Governo do Estado não terá qualquer medo de aplicar a justiça aos responsáveis. “Isso não é uma coisa passageira. Disse isso ao seu Fernando, pai de uma das vítimas do acidente. Quero ter um raio-x da situação dos ônibus que prestam serviço para cobrar as devidas melhorias”, ressaltou.

 

Atendimento às vítimas – No sábado, o governador Ricardo Coutinho interrompeu a agenda administrativa para visitar os pacientes atendidos no Hospital de Emergência e Trauma. Dos 18 pacientes que deram entrada no Hospital de Trauma, 15 já receberam alta e três continuavam internados até as 12h desta segunda-feira (30), sendo dois em estado regular e outro em estado grave.

 

Ricardo acrescentou que recentemente a equipe médica do Trauma participou de um curso de gestão de risco e desastres que possibilitou que o hospital estivesse preparado para situações de risco como estas e não deixou nenhum dos 18 pacientes sem atendimento ou cirurgias. “Quero parabenizar o esforço de toda a equipe do Trauma que atendeu a todos com muita dignidade, realizando inclusive seis cirurgias simultâneas”, acrescentou.



Secom

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe