Por pbagora.com.br

Depois de posicionamento alertando seus seguidores para necessidade de prevenção sobre o coronavírus, o pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Raoni Mendes, também demonstrou na manhã de hoje (18) preocupação com os reflexos que o coronavírus tem causado na economia local.

Segundo Raoni, o governo federal já anunciou as medidas emergenciais no campo da saúde e da economia. Contudo, a prefeitura de João Pessoa também precisa fazer o mesmo.
“Estamos preocupados com a saúde e com o sustento das famílias. Poupar vidas e preservar empregos deve ser o objetivo neste momento, e não podemos nos esquecer também das pessoas que tiram seu sustento da atividade empreendedora. Momento oportuno para diminuição da burocracia exigida com orientação e apoio adequados”, disse Raoni.

As micro e pequenas empresas (MPE), respondem por 99% dos negócios brasileiros e são quem mais geram empregos no Brasil (em 2019, as MPE responderam por mais de 730 mil vagas de trabalho).

Governo Federal – Segundo o governo federal serão empregados R$ 147,3 bilhões em medidas emergenciais para socorrer setores da economia e grupos de cidadãos mais vulneráveis, além de evitar a alta do desemprego. Desse valor, R$ 83,4 bilhões devem ser destinados à população mais pobre e/ou mais idosa.

Notícias relacionadas

Vereadora lamenta determinação sobre vacinação de professores

Neste sábado (15), a vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), vereadora Eliza Virgínia (PP), lamentou a ação do Ministério Público da Paraíba (MPPB)que acionou a justiça para que…

ALPB lamenta morte do servidor público José Antônio Costa, o “Zé Gotinha”

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, em nome de todos os parlamentares e servidores da Casa Epitácio Pessoa, vem a público lamentar o falecimento do servidor público…