Por pbagora.com.br

Um impasse dentro da bancada de oposição na Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) no tocante a aplicação das emendas impositivas rachou o bloco no meio, que agora se dividiu em uma espécie de ‘oposição raiz’ – a aguerrida contra a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PC), e a ‘oposição nutella’ – àquela que evita os embates diretos com a gestão municipal na busca de acordos.

Tudo começou nesta quarta-feira (27) com o anúncio dos vereadores Bruno Farias (Cidadania) e Léo Bezerra (PSB) sobre suas saídas da bancada de oposição, surpreendendo a todos os vereadores da Casa.

No primeiro momento acreditava-se que, diante do anúncio, a dupla iria aderir à bancada governista, mas o vereador Bruno explicou que era justamente o contrário, já que os dois estavam deixando a oposição liderada pelo vereador Marcos Henriques (PT), por não concordarem com os acordos realizados entre o então líder e a gestão municipal.

O líder da bancada de oposição teria costurado o acordo com a base do prefeito Luciano Cartaxo sem consultar os colegas, fato que teria provocado o estopim do racha.

“Assim como fez o vereador Léo Bezerra, gostaria de comunicar a minha saída da bancada liderada pelo vereador Marcos Henriques, porque mesmo saindo continuaremos na oposição. Como diz Veneziano, somos oposição de verdade”, anunciou Farias durante a sessão de hoje no legislativo municipal.

Recentemente, a vereadora Sandra Marrocos (PSB) e o vereador Tibério Limeira, que também integram a bancada de oposição, fizeram gestos positivos em prol da gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PV), fato que deixou a base oposicionista ‘raiz’ incomodada.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confira leis garantem direitos e bem-estar das pessoas com deficiência

Só quem convive com uma pessoa com deficiência sabe o quanto ela sofre para realizar algo simples. Você, com certeza, já deve ter ouvido, lido e, até, dito essa frase.…

Prefeitura de Sapé convoca mais de 200 concursados no apagar das luzes da gestão

O atual prefeito eleito da cidade de Sapé, Major Sidney, do Podemos, recebeu um presente de grego da atual administração, comandada pelo prefeito Roberto Feliciano, que não conseguiu eleger o…